segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Estudantes Angicanas do IFRN Campus Ipanguaçu conquistam prêmio na IV Secitex



As irmãs e estudantes Angicanas do IFRN Campus Avançado Ipanguaçu, Lourinete Ribeiro de Araújo e Louriete Ribeiro conquistaram prêmio naIV Semana de Ciência, Tecnologia e Extensão (Secitex) do IFRN em Natal.

A Secitex é um espaço para a apresentação dos principais trabalhos submetidos por alunos e servidores dos 21 Campi do IFRN. Também é um espaço de apresentação e aproximação dos diversos pesquisadores, empreendedores e artistas de todo o estado.

Neste ano, a Secitex foi integrada de várias atividades: XIV Congresso de Iniciação Científica (Congic), VI Mostra Tecnológica, III Prêmio de Empreendedorismo Inovador, IV Olimpíada de Robótica, VI Simpósio de Extensão e III Mostra coletiva de arte.

O campus Ipanguaçu obteve duas importantes premiações no evento: Segundo lugar na XIV Congic (modalidade pôster), e primeiro lugar no VI Simpósio de Extensão.

Confira mais detalhes do trabalho das Jovens Angicanas: 

VI SIMPÓSIO DE EXTENSÃO
1º Lugar - ENRAIZANDO SABERES NO PA BOM FIM
Apresentadora: Lourinete Ribeiro De Araujo
Autoras: Lourinete Ribeiro De Araujo e  Louriete Ribeiro De AraujoSara Lira Silva Da Costa Araujo; Ozanira Soares Maciel e Tereza Amelia Lopes Cizenando Guedes Rocha.

O evento aconteceu durante os dias 29 a 31 de outubro e foi realizada no campus Natal-Central a IV Semana de Ciência, Tecnologia e Extensão (Secitex) do IFRN, com o tema “Ciência para a redução das desigualdades”. 

A redação do Blog Angicos Notícias aproveita para parabenizar as estudantes Angicanas pelo sucesso, isto fruto de esforço e dedicação. Desejamos que seja o início de mais uma jornada promissora.  
fonte do blog angicos noticias

PAGAMENTO DE BOLETOS >> Boletos vencidos já podem ser pagos em qualquer banco



A partir de ontem (10), boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco ou correspondente e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos. Isso será possível com a conclusão da implementação da Nova Plataforma de Cobrança (NPC), sistema desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com os bancos. Na última fase do processo, passa a ser obrigatório o cadastramento de títulos referentes a faturas de cartão de crédito e doações no novo sistema.
Segundo a Febraban, além da praticidade, a implementação da NPC torna o processo de pagamento via boleto mais seguro, sem risco de fraudes. Outra mudança diz respeito ao comprovante de pagamento, que será mais completo, apresentando todos os detalhes do boleto, (juros, multa, desconto, etc) e as informações do beneficiário e pagador.
O projeto da Nova Plataforma de Cobrança começou há quatro anos. Desde 2016, a medida vem incorporando à base de dados os boletos de pagamentos já dentro das normas exigidas pelo Banco Central, ou seja, com informações do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do emissor, data de vencimento e valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador.
A Febraban diz que essas informações são importantes para checar a veracidade dos documentos na hora do pagamento. Caso os dados do boleto a ser pago não coincidam com os registrados na base da nova plataforma, o documento é recusado, pois pode ser falso.
Para fazer a migração do modelo antigo de processamento para o atual, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas, de acordo com o valor a ser pago. Esse processo começou em meados do ano passado para boletos acima de R$ 50 mil (os de menor volume) e termina hoje, com a incorporação dos boletos de cartão de crédito e doações.
A previsão inicial era que o processo fosse concluído em 22 de setembro. Entretanto, em junho deste ano, após dificuldades de clientes para pagar boletos, a Febraban alterou o cronograma.
Última fase
Com uma participação de cerca de 40% do total de títulos emitidos no país, os boletos de cartões de crédito e doações têm uma característica em comum: o valor a ser pago pelo consumidor pode não ser exatamente o que consta em cada boleto. No caso dos cartões, porque há opções de pagamento, como valor mínimo, duas ou três parcelas. No caso das doações, o usuário também pode escolher um valor diferente do que está impresso no boleto.
Segundo a Febraban, da mesma forma que nas fases anteriores, se os boletos não estiverem cadastrados na base do novo sistema, os bancos irão recusá-los. Se isso ocorrer, o pagador deve procurar o beneficiário, que é o emissor do boleto, para quitar o débito ou solicitar o cadastramento do título.
Fonte: Agência Brasil
fonte do blog de lajes do cabugi

Incra emite Certificado de Cadastro de Imóvel Rural a partir de 5 de novembro






O Incra disponibilizou a proprietários, titulares de domínio ou possuidores de imóveis rurais, a partir de 5 de novembro, a emissão do Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR) referente ao exercício de 2018. O documento pode ser expedido eletronicamente, por meio do endereço https://sncr.serpro.gov.br/ccir/emissao. Um banner no portal da autarquia também possibilitará acesso à página na qual o certificado será emitido.

O CCIR é uma espécie de “carteira de identidade” do imóvel, que comprova a regularidade do bem junto ao Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR), base de dados do governo federal, gerenciada pelo Incra, na qual constam informações de imóveis rurais em todo o país.

“É importante ressaltar que não constitui direito de propriedade, mas sem ele é impossível desmembrar, arrendar, hipotecar ou vender o imóvel", explica o chefe da Divisão de Organização, Controle e Manutenção do Cadastro Rural do Incra, Jovelino Lotério Ramos.

Ele lembra, ainda, que o certificado é imprescindível para fins de partilha de bens e obtenção de financiamentos em bancos ou agentes financeiros. Além da titularidade e dimensão da área, o CCIR indica a localização, o tipo de exploração realizada no local e a respectiva classificação fundiária. “Ou seja, é obrigatório para qualquer tipo de transação e deve ser atualizado sempre que houver alteração dessas informações”, reitera Ramos.

Valores

Para a emissão é necessário informar o código do imóvel junto ao Sistema Nacional de Cadastro Rural, o CPF do detentor, a unidade da federação e o município de localização. A validação está condicionada ao pagamento da Taxa de Serviço Cadastral (TSC) na rede de atendimento do Banco do Brasil, por meio da Guia de Recolhimento da União, gerada pelo próprio sistema.

O valor - a ser quitado até 5 de dezembro - varia conforme o tamanho da área. Até 20 hectares, serão cobrados R$ 3,91. Entre 20 hectares até mil hectares, os R$ 3,91 são acrescidos a cada 50 hectares. Já para áreas superiores a mil hectares, a cobrança da taxa aumenta a cada mil hectares. Caso o prazo para pagamento tenha expirado ou se houver pendências relativas aos anos anteriores, é necessário emitir novo CCIR já que o próprio sistema atualizará os valores a serem cobrados.

SNCR

Atualmente, estão registrados no Sistema Nacional de Cadastro Rural aproximadamente 6,5 milhões de imóveis rurais privados, que perfazem um total de 597,5 milhões de hectares, aproximadamente 70% do território nacional. A maior parte (um milhão) encontra-se em Minas Gerais. Em dimensão, Mato Grosso encabeça a lista, com 103 milhões de hectares cadastrados. Acesse a tabela com os dados relativos ao total de imóveis por estado.

A partir do exercício de 2017, o Incra passou a emitir o CCIR a cada ano. Anteriormente, em virtude dos custos para realizar a operação, o documento era expedido a cada dois ou mais exercícios. “O modelo atual é resultado de um projeto de modernização do cadastro que vem sendo implementado desde 2012 e com perspectiva de construção de um aplicativo mobile do SNCR para emissão do certificado e atualização cadastral”, afirma Ramos.

Além da expedição eletrônica, o CCIR poderá ser obtido nas Salas da Cidadania do Incra nos estados, nas Unidades Avançadas da autarquia e nas Unidades Municipais de Cadastramento (UMCs) - locais instalados nos municípios por meio de acordo de cooperação técnica firmado entre o Incra e as prefeituras. O documento pode ser emitido também por meio da Sala da Cidadania Digital em http://saladacidadania.incra.gov.br/ ou pelo Portal Cadastro Rural em www.cadastrorural.gov.br.

Mais informações sobre o CCIR podem ser obtidas pelo correio demandassncr@incra.gov.br ou pelos telefones (61) 3411-7370 e (61) 3411-7380.

Matéria atualizada em 06/11/2018, às 16h46.

Assessoria de Comunicação Social do Incra
(61) 3411-7404
imprensa@incra.gov.br
www.incra.gov.br

Para a CONTAG, projeto “Escola sem Partido” é inconstitucional







FOTO: Arte: Fabricio Martins



A educação é um direito assegurado pela Constituição Federal (CF) de 1988, no seu art. 206, incisos: II, prevê a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber; e III - pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, e coexistência de instituições públicas e privadas de ensino.

Na contramão destes princípios constitucionais, tramita na Câmara Federal o Projeto de Lei 7.180/2014 – Escola sem Partido, também conhecida como Lei da Mordaça. Entendemos que este PL, se aprovado, significará um enorme retrocesso para a educação brasileira, principalmente no que diz respeito à construção de uma educação emancipadora e inspirada na constituição de 1988.

Dentre os retrocessos, destacamos: (i) ameaça ao convívio social, o papel da escola pública como espaço de formação humana firmado nos valores da liberdade; (ii) convívio democrático e de direito e respeito à diversidade; (iii) desqualificação do professor(a), quando afirma que nenhum pai é obrigado a confiar no professor/a; e, (iv) dissociação entre o que é a matéria e o que está acontecendo no mundo, na realidade do aluno(a), sabemos que isso na prática é impossível, porque dialogar com a realidade do aluno é um princípio educacional estabelecido para tornar o ensino das disciplinas significativo.

Nos últimos dias temos acompanhado vários ataques contra a livre manifestação dos(as) professores(as) em escolas, institutos Federais e Universidades. Tais ataques apresentam sinais de respaldo na perspectiva da aprovação do PL Escola sem Partido.

O PL 7.180/2014 está pronto para ser votado na Comissão Especial da Câmara dos Deputados dia 13 de novembro de 2018, às 9h30. Diante desta ameaça, conclamamos as entidades de ensino e da sociedade civil para uma ampla mobilização no sentido de impedirmos a sua votação, como também fazermos incidência junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que este possa julgar duas Ações Diretas de Inconstitucionalidade sobre o referido PL.

Diante do exposto, a CONTAG vem repudiar a aprovação da PL 7.180/20, e acreditamos que é preciso não perder a esperança, porém só esperar não basta, é necessário lutar. Paulo Freire, em sua obra Pedagogia da Esperança já dizia: “não sou esperançoso por pura teimosia, mas por imperativo existencial e histórico. Sem um mínimo de esperança não podemos sequer começar o embate, mas, sem embate, a esperança, como necessidade ontológica, se desarvora, se desendereça e se torna desesperança que, às vezes, se alonga em trágico desespero. Daí a precisão de uma certa educação da esperança” (Freire, Pedagogia da Esperança 2011, p.10 e 11).
FONTE: Direção da CONTAG

domingo, 11 de novembro de 2018

Barragem subterrânea - Antônio Leite - Lagoa de Velhos RN





Em angicos estar sendo construído 25 barragens subterrâneas na zona rural, com intuito de melhorar o desenvolvimento das famílias e armazenar água para os animais e para o plantio.

Essas barragens é uma alternativa para a convivência com o semi árido nordestino.

sábado, 10 de novembro de 2018

CCIR 2018: Documento encontra-se à disposição de proprietários rurais desde a última segunda-feira




Imagem: Ilustração
A partir da última segunda-feira (05), está disponível o Certificado de Cadastro de Imóveis Rurais (CCIR), correspondente ao exercício 2018.

Os proprietários, titulares do domínio útil ou possuidores a qualquer título de imóvel rural poderão acessar o endereço eletrônicohttps://sncr.serpro.gov.br/ccir/emissao e emitir o CCIR.
Também poderão fazê-lo junto as Salas da Cidadania das Superintendências, Unidades Avançadas, Salas da Cidadania Digital, Unidades Municipais de Cadastramento (UMCs), aplicativo SNCR-Mobile disponível para smartphones, através da Declaração de Cadastro Rural (DCR) pore meio do portal https://sncr.serpro.gov.br/dcr e Portal do Cadastro Ruralwww.cadastrorural.gov.br.
Para que seja validado, deverá ser efetuado o pagamento da taxa cadastral na rede de atendimento do Banco do Brasil, frisa informação da assessoria de imprensa do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), na capital do país.
O CCIR, documento fornecido pelo Instituto Nacional de Colonização e Apoio à Reforma Agrária (Incra), constitui prova do cadastro do imóvel rural, sendo indispensável para desmembrar, arrendar, hipotecar, vender ou prometer em venda o imóvel rural e para homologação de partilha amigável ou judicial (sucessão causa mortis) de acordo com os parágrafos 1º e 2º do artigo 22 da Lei nº 4.947, de 06 de abril de 1966, modificado pelo artigo 1º da Lei nº 10.267, de 28 de agosto de 2001.
Sem a apresentação do CCIR os proprietários, titulares do domínio útil ou possuidores a qualquer título de imóvel rural não poderão, sob pena de nulidade, realizar as mencionadas operações.
As informações constantes do CCIR são exclusivamente cadastrais e, nos termos do parágrafo único do artigo 3º da Lei nº 5.868, de 12 de dezembro de 1972, “não fazem prova de propriedade ou de direitos a ela relativos”.
fonte do blog de pauta aberta

Seleção Pública: Control/RN publica edital de convocação para concurso com 53 vagas





Imagem: Ilustração
A Controladoria Geral do Estado do RN (Control/RN) publicou na edição deste sábado (10), no Diário Oficial do Estado, edital de convocação para concurso público com a oferta de 53 vagas.

Os cargos são para Analista Contábil (30 vagas) e Técnico de Controle Interno (23 vagas).
De acordo com o edital (acesse AQUI), as inscrições começam na próxima terça-feira (14) e vão até 16 de dezembro e o valor da taxa é de R$ 90.00.
A remuneração é composta por R$ 3.095,63 mais R$ 1.200,00 (vencimento mais gratificação de Desempenho), totalizando R$ 4.295,63.
A carga horária é de 40 horas semanais, revela a informação publicada pelo portal G1 RN.
A banca organizadora do concurso é o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), e os candidatos devem acessar o site da banca para realizar a inscrição.
O concurso tem duas etapas: provas objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; e, avaliação de títulos.
A aplicação das provas objetiva e discursiva serão realizadas em Natal.
A primeira será no dia 20 de janeiro de 2019 e a segunda no dia 10 de fevereiro do ano que vem.
fonte do blog de pauta aberta

ATRAÇÃO NACIONAL pela primeira vez em Lajes e Região





Lajes e Região Central recebe pela primeira vez um dos principais nomes da música pop brasileira com o estilo sofrência e brega que é sucesso em todo o Brasil, o cantor e compositor, Pablo.

O artista que recentemente participa de programas da Rede Globo promete fazer um grande show em Lajes, no mesmo dia ele também estará na cidade de Macau.

O Show de Pablo, em Lajes, acontece dia 2 de dezembro, em um domingo, véspera de feriado municipal. Além de Pablo, terá o show do artista lajense Paulo Wilson e mais uma atração em nível de estado, Deny Dantas. O evento acontece no Centro de Idosos.

Segundo a organização, as vendas de senhas começam entre os dias 15 e 20 de novembro com promoção no primeiro lote.

O Blog do RC fará uma promoção exclusiva no perfil do instragam começando nesta semana.



fonte do blog de robson cabugi

ASSISTÊNCIA SOCIAL PROMOVE AÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO DO CADÚNICO NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DO LIVRAMENTO EM ANGICOS



Priorizando uma atendimento de qualidade às famílias e o respeito ao cidadão, a Prefeitura de Angicos por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, levou à comunidade quilombola do Livramento, ações de regulamentação do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

A intenção, segundo relata a primeira-dama e titular da pasta, Maria Ivaneide é facilitar o acesso dos moradores a benefícios de programas importantes como o Bolsa Família, por exemplo. O Prefeito Deusdete Gomes (PSDB) também esteve presente acompanhado do Presidente do STTR-Angicos, Ivanaldo Rogério, de assessores e secretários municipais. O gestor Público interagiu com a comunidade e ouviu os anseios dos moradores. As ações foram executadas com o suporte de equipes profissionais do CRAS, CREAS e Conselheiros do CMAS.


Excelente notícia: Certificação do Livramento

Outra excelente notícia comemorada e anunciada pela Secretária de Assistência, foi a certificação da comunidade remanescente de quilombos pela Fundação Cultural Palmares (FCP), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC). A medida foi publicada no Diário Oficial da União e reconhece o Livramento como comunidade quilombola. A certificação reconhece origens e ampliar direitos, tornando amplo o acesso dessas comunidades a políticas públicas.

Para termos uma ideia, com a certificação às famílias quilombolas recebem a titulação do território, e ficam aptas para participar de programas importantíssimo, como; Minha Casa, Minha Vida e do Programa Brasil Quilombola e habilitar-se para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), entre outros programas públicos.











Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Angicos

Pioneirismo: Styvenson abre processo seletivo para contratar assessores de mandato



Eleito senador da República com mais de 700 mil votos nas eleições deste ano, o capitão da Polícia Militar Styvenson Valentim (Rede) anunciou nesta sexta-feira, 9, uma medida inédita no Rio Grande do Norte. Ele abriu um processo seletivo para contratar oito assessores de diferentes áreas que vão compôr o seu mandato de senador em Brasília.

As vagas são para profissionais de Direito (duas), Administração (uma), Saúde (uma), Economia (uma), Tecnologia da Informação (uma) e Comunicação Social (uma). Os interessados devem enviar seus currículos entre a próxima segunda-feira, 12, e a quarta, 14, para o e-mail assessoria.caprn@hotmail.com. No início de dezembro (3 a 5) haverá entrevista com selecionados, que conhecerão o resultado no dia 14.

“Essa é uma iniciativa pioneira em nosso estado. Quem sabe até do país. O que eu quero com isso é valorizar as pessoas que moram e conhecem os problemas do nosso estado, as angústias e necessidades do povo potiguar”, disse Styvenson. “Toda a nossa equipe está sendo formada com base nos preceitos da meritocracia, ou seja, pela competência profissional”, concluiu o ex-líder da Operação Lei Seca.

Clique aqui e confira o edital do processo.

fonte do blog de angicos news

Segunda prova do Enem é neste domingo; confira o que levar e não levar



Agência Brasil


As provas do Enem 2018 voltam a ser aplicadas neste domingo, 11. Os candidatos vão responder as questões sobre ciências da natureza e matemática. Ao todo, 5.513.726 estudantes estão inscritos. No último domingo, 4, 4,1 milhões de estudantes fizeram o exame, registrando-se o menor percentual de faltosos desde 2009 – 24,9% do total de 5,5 milhões de inscritos. Foram aplicadas provas de linguagem, ciências humanas e redação.
O que pode levar

– Documento oficial e caneta: os participantes deverão levar um documento oficial de identificação original, com foto e caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. Os dois itens são os únicos obrigatórios para o exame. Os documentos válidos são as carteiras de Identidade expedidas por secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar e Polícia Federal; Carteira de Trabalho e Previdência Social; passaporte; Carteira Nacional de Habilitação, com fotografia e identidade funcional. Outros documentos específicos podem ser consultados na página do Enem.

– Lanche: os estudantes podem levar um lanche. Caso seja caseiro e não esteja embrulhado em material transparente como papel filme, ele será fiscalizado antes de ser liberado.

– Cartão de Confirmação: é aconselhável levar o Cartão de Confirmação de Inscrição impresso. No cartão constam o local de prova do estudante, além da opção de língua estrangeira escolhida e, se for o caso, atendimento específico ou especializado solicitado. O cartão pode ser acessado na Página do Participante ou pelo aplicativo do Enem 2018, disponível para download na App Store e na Google Play. É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na inscrição.

– Declaração de Comparecimento: os estudantes poderão levar também a Declaração de Comparecimento impressa para assinatura do chefe de Sala, caso precise do documento para justificar, por exemplo, falta no trabalho. A declaração está disponível também na Página do Participante.
O que não pode levar

– Itens proibidos no Enem: borracha; caneta de material não transparente; corretivo; dispositivos eletrônicos, como wearable tech, calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones, tablets, ipods, gravadores, pen drive, mp3, relógio e alarmes; fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados imagens, vídeos e mensagens; impressos e anotações; lápis; lapiseira; livros e manuais.

– Antes de entrar na sala de prova, os participantes deverão guardar no envelope porta-objetos, fornecido pelo aplicador, o telefone celular e quaisquer outros equipamentos eletrônicos desligados. Também deverão ser guardados todos os itens proibidos no Enem.

– Segundo o Inep, o envelope porta-objetos deverá ser lacrado e identificado pelo participante antes de ingressar na sala de provas, e ser mantido até a saída definitiva do local de provas debaixo da carteira durante a realização das provas.

– Carteiras de identidade digitais não poderão ser usadas no exame. Isso porque haverá três checagens de identidade e uma delas ocorrerá durante a prova, quando o uso do celular é proibido.

fonte do blog de angicos news

Temer prejudica agricultura familiar ao vetar artigos da renegociação de dívidas rurais







FOTO: Ilustração: Ronaldo Ramos



Mais uma vez a agricultura familiar será prejudicada por conta da política de ajuste fiscal do governo Temer. A Lei 13.729/2018, que institui o Programa de Regularização Tributária Rural, foi publicada nesta sexta-feira (09) no Diário Oficial da União com vetos ao texto aprovado no Congresso Nacional, originário do projeto de lei de conversão à Medida Provisória (MP) 842/2018.

Foram vetados 24 dispositivos ao todo e os pontos que tratam especificamente da situação das dívidas dos agricultores e agricultoras familiares estão entre eles. Para a Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), um dos piores vetos foi o do Art. 31-A, que ampliava para todas as regiões o alcance da renegociação e o prazo de concessão de rebate para liquidação, até 30 de dezembro de 2019, das operações de crédito rural contratadas até 30 de dezembro de 2011 no âmbito do Pronaf. Com o veto, ficam mantidas as áreas da Sudene e Sudam, de recursos dos Fundos Constitucionais FNE, FNO ou mistos. Além dos vetos, o governo também condiciona a renegociação das dívidas à previsão orçamentária.

Segundo o secretário de Política Agrícola da CONTAG, Antoninho Rovaris, esses vetos trarão efeitos negativos para milhares de agricultores e agricultoras familiares no País. “As famílias das regiões que ficaram de fora da renegociação das dívidas não poderão acessar crédito para financiarem suas atividades produtivas, impactando principalmente a produção de alimentos e, consequentemente, o abastecimento do mercado interno”, alerta.

A justificativa do governo de vetar os artigos foi a política de ajuste fiscal, pois, sem os vetos, o impacto seria de R$ 2,5 bilhões, conforme valores de 2006 a 2011. No entanto, a CONTAG não ficou convencida, afinal, foi aprovado na última quarta-feira (07) reajuste de 16,38% nos salários dos magistrados do Supremo Tribunal Federal (STF), causando “efeito cascata” por servir de teto para o funcionalismo público em todas as esferas. Essa medida poderá gerar um montante de R$ 4 bilhões de despesas extras nas contas públicas. Temer também assinou nesta quinta-feira (08) o decreto que regulamenta o novo regime automotivo, chamado de Rota 2030, que estimula investimento em tecnologia em troca de descontos tributários e deixará de arrecadar R$ 2 bilhões no próximo ano. Sem contar com a aprovação do perdão de dívidas dos bancos, petroleiras e do Refis. A estimativa é deixar de arrecadar para a Previdência Social em torno de R$ 62 bilhões com o perdão das dívidas previdenciárias.

“Pela segunda vez, a decisão do Congresso Nacional foi desrespeitada pelo governo. A CONTAG irá mobilizar as bancadas e espera que, mais uma vez, o Congresso derrube os vetos. É preciso retomar a soberania do Legislativo brasileiro, principalmente porque houve um grande processo de negociação com a liderança do governo, com representantes dos Ministérios da Fazenda e do Planejamento. Portanto, o governo Temer mostra, novamente, a sua opção de privilegiar o capital e transferir a conta do ajuste fiscal para a classe trabalhadora e para a agricultura familiar”, destaca o presidente da CONTAG, Aristides Santos.
FONTE: Assessoria de Comunicação da CONTAG - Verônica Tozzi

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Equipe do NASF inicia ações do Novembro Azul pela zona rural de Angicos


A Secretaria Municipal de Saúde de Angicos deu inicio as ações da campanha Novembro Azul que tem por meta principal conscientizar os homens sobre os meios de prevenção e detecção precoce do câncer de próstata.

A primeira ação educativa a ser realizada ocorreu na manhã desta quarta feira, dia 07 no Projeto de Assentamento P.A Bonfim que faz parte do rol de comunidades rurais pertencentes ao município de Angicos com a participação da equipe de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e de membros da equipe do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (Nasf).

De acordo com a Secretaria de Saúde de Angicos Nataly Felipe numa campanha tão importante de conscientização direcionada aos homens como o novembro azul não pode haver acepção de pessoas, todos os homens devem ser orientados e receber os devidos cuidados por parte da saúde municipal independente de em que ponto do município de Angicos residam todos são angicanos e merecem um tratamento igualitário.

As ações educativa e preventiva da campanha novembro azul terão prosseguimento de forma paralela nas zonas rural e urbana de Angicos até o final deste mês.

Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Angicos;
fonte do blog de angicos noticias

TSE cassa mandato do prefeito de Alto do Rodrigues, no RN



A Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber decidiu cassar os mandatos do Prefeito, Abelardo Rodrigues Filho (DEM) e a Vice, Emília Patrícia Batista de Sousa (MDB) com base na lei da Ficha Limpa.
A magistrada entendeu que em 2016, ano da eleição municipal, Abelardo Rodrigues e Emília não poderiam ser candidatos por causa de uma condenação de 2008. Em 2016, o registro de candidatura ficou sub judice, ou seja, aguardando decisão da justiça.
Para maiores informações acerca da decisão clique neste link: RESPE-14589

* Assis Silva via Portal NoAR
fonte do blog de venha ver noticias

FÁTIMA VOTA CONTRA AUMENTO DOS MINISTROS; AGRIPINO E GARIBALDI A FAVOR





O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (07/11) o projeto (PLC 27/2016) que aumenta o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e Procuradoria Geral da República (PGR). Dos senadores do Rio Grande do Norte José Agripino Maia e Garibaldi Alves Filho votaram a favor do aumento. Eles têm motivos de sobra. A senadora e futura governadora do RN Fátima Bezerra votou contra. Ela tem motivo de sobra, também.


A proposta eleva os subsídios mensais dos ministros em 16,38% — dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil. Foram 41 votos a favor e 16 contrários, além de uma abstenção. Texto segue para sanção do Presidente Michel Temer.


Aprovação totalmente sem responsabilidade, parabéns pelo voto Fátima.

Senadores na pauta.


www.blogdojoaomarcolino.com
NOTA DO BLOG: MAIS UMA VEZ OS SENADORES GARIBALDI E JOSE AGRIPINO FICOU CONTRA O POVO, VOTANDO A FAVOR DA ELITE. ISSO É UMA VERGONHA, MUITOS COM TANTO E OUTROS COM POUCOS. MAIS O POVO MOSTROU A ELES QUEM VOTA CONTRA O POVO, O POVO VOTA CONTRA ELES.
PARABENS A SENADORA FATIMA, QUE SEMPRE FICOU DO LADO DO POVO.

Neto de Dezin solicita vinda do projeto piloto do ITEP e Correiros de emissão de Identidade para Angicos



Preocupado com a alta demanda reprimida existente no município de Angicos no tocante a emissão de carteiras de identidade, o Vereador Líder do Governo na Câmara, Neto de Dezin (PSDB) protocolou Requerimento 036/2018, solicitando envio de Ofício ao Exmº. Sr. Diretor Geral do Correios, Rodrigo do Patrocínio Medeiros e ao Diretor Geral do ITEP-RN, Marcos José Brandão Guimarães, reivindicando a vinda do Projeto Piloto de Expedição de Carteiras de Identidade para a Agência dos Correios do município Angicos.

O parlamentar relembrou que, para ter acesso ao documento, a população de Angicos e da Região Central precisam se deslocar para os município de Natal, Mossoró ou Assú para obter a Identidade, porém, com a vinda do projeto piloto para Angicos a população reduzirá e muito os custos com viagens e tempo.

O serviço consiste na obtenção dos dados necessários à emissão do RG e envolve digitalização de documentos, captura de imagem, coleta de impressões digitais e assinatura, além da integração do sistema dos Correios ao do ITEP.

A parceria firmada através de termo de cooperação para o desenvolvimento do Projeto Piloto para a emissão de carteira de identidade entre os Correios e o Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte - ITEP/RN poderá ser expandida para algumas agências dos Correios do Estado, pensando nisso, o parlamentar reivindicou a inclusão de Angicos no rol dos municípios contemplados.

Angicos Notícias
fonte do blog  de tribuna do cabugi

PRIORIDADE >> Salário dos servidores na pauta da primeira reunião da Comissão de Transição do governo do RN





Com salários de servidores na pauta, comissão de transição do Governo do RN se reúne pela primeira vez Robinson Faria (PSD) e governadora eleita, Fátima Bezerra (PT), se encontraram nesta terça (6) para discutir situação do estado. Para Executivo, salários em dia dependem de decisão judicial.
O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), e a governadora eleita, Fátima Bezerra (PT), se reuniram na tarde desta terça-feira (6), acompanhados de suas equipes, para dar inicío ao processo de transição entre a atual administração e a que vai começar no dia 1º de janeiro de 2019. Entre os temas debatidos pela comissão esteve os salários dos servidores, que, na avaliação do Executivo, só terminarão o ano em dia se o Estado conseguir uma liberação da antecipação dos royalties na Justiça.
No encontro, Robinson assegurou total transparência e agilidade na liberação das informações da atual gestão. “O novo governo terá todas as condições de iniciar dando continuidade às obras e ações em curso, diferente de quando assumi em 2015”, afirmou o chefe do Executivo, lembrando que sua obteve nota 9,7 da Transparência Brasil. “E essa transparência vai continuar nos trabalhos junto à comissão de transição”, reforçou.
Fátima Bezerra, por sua vez, explicou que adotou como critério para escolha sua equipe de transição o perfil técnico, obedecendo critérios de competência e experiência. “Estes critérios não eliminam atuação na gestão pública, por isso temos também pessoas experimentadas na condução de órgãos das esferas municipal, estadual e federal”, declarou Fátima.
A comissão deverá trabalhar em uma sala localizada nas dependências da Escola de Governo, que já está disponível para a equipe. De acordo com a secretária chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, o ambiente dispõe de toda estrutura necessária para o trabalho da comissão, que, além do contato direto com os secretários e gestores da atual administração, poderá também acessar informações através do SEI – Serviço Eletrônico de Informações – implantado este ano.
Os secretários da Casa Civil, da Tributação, Planejamento, o coordenador do Governo Cidadão e o procurador-geral do Estado serão os interlocutores da atual gestão com a equipe do futuro governo.
Após a reunião, Fátima seguiu para Brasília, onde tinha compromissos ainda como senadora.
Salários dependem de decisão Após a reunião, o governador Robinson Faria afirmou que depende de uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte para conseguir concluir o mandato com os salários dos servidores em dia. Ele considerou que vai contar com a ajuda da futura governadora para conseguir isso.
O Estado quer que os desembargadores liberem a antecipação dos royalties do gás e do petróleo aprovada pela Assembleia Legislativa em junho deste ano. Em setembro, uma decisão da primeira instância da Justiça Estadual proibiu o uso dos R$ 162 milhões previstos, atendendo a um pedido deo Ministério Público. Em agosto, o Tribunal de Contas do Estado já havia determinado de forma cautelar que os atos administrativos para que a operação fossem suspensos.
“Os governos anteriores já fizeram isso”, reforçou o governador, dizendo que o recursos seria limitado a pagamento de salários.
O Tribunal de Justiça do RN informou que o pedido de suspensão da decisão já foi rejeitado monocraticamente no Segundo Grau da Justiça Estadual. Depois disso, o Poder Executivo entrou com embargos de declaração no Tribunal para modificar a decisão mais recente, mas o Ministério Público apresentou parecer contrário aos embargos na tarde desta terça-feira (06), no sentido de manter a decisão que indefere o pedido do governo.
Fonte: http://www.jornalfolharegional.com.br/salarios-de-servidores-na-pauta-da-primeira-reuniao-da-comissao-de-transicao-do-governo-do-rn/?fbclid=IwAR2p3mAveXU1kv0gAf8-FEAhKZd0kJWI8ajrj6whd14Ss-AnCcgw8_5DWr4
fonte do blog de lajes do cabugi

CONTAG repudia decisão do novo governo de extinguir Ministério do Trabalho





FOTO: Arte: Fabricio Martins



Apesar de existir há 88 anos, o Ministério do Trabalho (MTb), em sua forma atual, é uma consequência direta do sistema de proteção às relações de trabalho estabelecido pela Constituição Federal de 1988, que completou 30 anos de vigência em outubro de 2018. Em 1999 passou a ter estrutura individualizada com a divisão da pasta da Previdência Social.

Desde então, passou a concentrar marcos referenciais, tornando-se referência para a política pública nacional de proteção e regulação das relações de trabalho, atuando para corrigir desequilíbrios notáveis na relação Capital x Trabalho no Brasil.

O Ministério do Trabalho é responsável pela política de geração de emprego, formação profissional, proteção do direito do trabalhador e da trabalhadora, normatização e fiscalização das relações de trabalho, proteção da saúde do(a) trabalhador(a) e combate ao trabalho escravo. O MTb também tem a responsabilidade de gerir o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), as políticas de microcrédito dos trabalhadores(as) e de Economia Solidária e a concessão de registros sindicais de entidades de trabalhadores e patronais. Portanto, sua principal atribuição é garantir o equilíbrio nas relações de trabalho entre empregadores e trabalhadores.

Mesmo que as áreas de fiscalização do trabalho rural e a de concessão de registros sindicais estejam longe da expectativa ideal, a CONTAG entende que as dificuldades atuais estão relacionadas à falta de recursos e pessoal, sistematicamente negados a atual estrutura existente. A extinção do Ministério para fatiar as suas áreas para outros ministérios impactaria ainda mais nos serviços prestados por este importante órgão e deixariam de ser prioridade em um cenário com 14 milhões de desempregados(as) no Brasil.

Em pleno 2018 ainda temos trabalhadores e trabalhadoras rurais sendo resgatados(as) em condições análogas a de escravos. No período de 1995 a 2008 foram mais de 53 mil resgatados. Somente em 2018, até o dia 21 de outubro, foram 843 trabalhadores(as) resgatados. Iniciativas como a lista suja do trabalho escravo, a instauração de procedimentos administrativos, a aplicação de multas, entre outras atividades de responsabilidade da área de fiscalização e de combate ao trabalho escravo são essenciais, principalmente após a aprovação da reforma trabalhista.

Esta reforma mitigou direitos e desconstruiu uma série de obstáculos legais e legislativos para facilitar os desmontes de direitos. E o MTb, ao longo de sua história, sempre trabalhou pelo equilíbrio de forças entre empregadores e trabalhadores, criando um sistema de proteção, impedindo abusos e retrocessos.

A CONTAG repudia a decisão do presidente eleito Jair Bolsonaro e denuncia que a extinção do Ministério do Trabalho prejudicará os trabalhadores e trabalhadoras e beneficiará o capital. Poderemos ter em um curto espaço de tempo a precarização das relações de trabalho, aumento do trabalho escravo, dificuldades para acessar o FGTS e seguro-desemprego, entre outros retrocessos.FONTE: Direção da CONTAG

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

INTERNET DE MELHOR QUALIDADE - VENHA PRA R2 WEB


R2 WEB - A melhor internet da Região

R2 WEB, é o provedor de internet rápido e de qualidade que está pronto para atender as suas necessidades.

Não perca tempo, precisando de internet, vá a R2 Web e resolva o seu problema.
Novos planos: 1 mb, 2 mb e 4 mb.
Atende as cidades de Angicos, Fernando Pedroza e Afonso Bezerra.
telefones para contato: 3531-2911 / 9932-7137
R2 WEB - A melhor internet da Região