quarta-feira, 31 de julho de 2013

REDE GLOBO GRAVARÁ REPORTAGEM SOBRE O SERTÃO, A SANFONA E O MÚSICO AMAZAN

 
Em entrevista concedida no dia de (29), ao radialista Magno César da Rádio Cabugi do Seridó, o poeta, cantor, sanfoneiro e empresário Amazan anunciou que a partir desta terça-feira (30), uma equipe da Rede Globo de São Paulo estará produzindo em Jardim do Seridó uma reportagem sobre a relação do sertão com a sanfona, cujo personagem central será justamente ele.

Amazan afirmou que a princípio as gravações seriam realizadas em Campina Grande (PB) - cidade onde o "Cantor Sanfoneiro" produz os acordeons Leticce, e mantém seu escritório artístico - mas por sugestão dele próprio, as filmagens foram transferidas para Jardim do Seridó (RN), cidade onde Amazan foi gerado e de onde partiu para conquistar o Brasil com o seu talento artístico.

Fonte: Blog do Bira Viegas
fonte do blog de jatão vaqueiro

Filhos de Dominguinhos brigam pela herança do cantor

- Publicado por Robson Pires


dominguinhos_3_620
Desde a morte de Dominguinhos, no dia 23 de julho, os filhos do cantor brigam por conta dos bens do sanfoneiro. De acordo com o jornal “Agora São Paulo”, Mauro Moraes acusa a meia-irmã, Liv Moraes, e a mãe dela, Guadalupe Mendonça, de terem ficado com a quantia de R$ 190 mil, que teria sido arrecadada em um tributo a Dominguinhos em Olinda, Pernambuco.
A advogada de Mauro, Rita Wiechmann, informou que o valor seria destinado a pagar dívidas pessoais de Guadalupe. Já o advogado dela, Gilvany Brasileiro, desmentiu que existem dívidas e que “não morreram com Dominguinhos”.
O sanfoneiro morreu vítima de um câncer no pulmão e estava internado com pneumonia e arritmia cardíaca.
Do blogue: Dinheiro é bicho danado!!!

Preço de produto agropecuário no atacado sobe 0,45%

http://www.marceloabdon.com.br/

Os preços dos produtos agropecuários no atacado subiram 0,45% em julho, depois de registrarem alta de 1,01% em junho, informou nesta terça-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). Já os preços de produtos industriais avançaram 0,25% ante alta de 0,56% em junho. Os preços dos bens intermediários subiram 0,99% em julho ante avanço de 0,84% em junho.
Os preços dos bens finais tiveram queda de 0,58% ante variação positiva de 0,08%, na mesma base de comparação. Os preços das matérias-primas brutas subiram 0,54% ante alta de 1,23% em junho. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) apresentou alta de 0,30% em julho, após avançar 0,68% em junho. Em 12 meses, o IPA acumula alta de 4,53% e, no ano, de 0,89%.

fonte do blog de fernando a verdade

ACIDENTE NA BR-304 EM FRENTE A EMPRESA CONPASFAL EM ASSU

http://www.focoelho.com/

A foto mostra o local até onde a vitima foi parar

SECRETÁRIO DE ROSALBA ABRE O JOGO: “O RIO GRANDE DO NORTE ESTÁ TECNICAMENTE QUEBRADO”

A grave crise financeira, que foi novidade para alguns, não foi novidade para o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues. Afinal, basicamente todas as vezes que ele falou a imprensa, demonstrou  preocupação com as finanças públicas, devido ao crescimento das despesas e uma frustração da receita. Tanto é que agora, diante da situação alarmante dos cofres estaduais e da necessidade de cortes, também, no orçamento de outros poderes e de repasses às prefeituras, Obery Rodrigues não vê problema em confessar: “O Estado está tecnicamente quebrado”.

Em entrevista ao JH na manhã de hoje, o secretário confirmou  ainda que o pagamento da folha salarial dos servidores, em agosto, poderá ser tão difícil quanto foi o de julho para o Governo do Estado. Entretanto, negou a reclamação dos poderes, de que faltou (e falta) comunicação e explicação sobre a situação real das finanças.



Leia a entrevista completa com Obery Rodrigues, CLIQUE AQUI!:
fonte do blog de carlos costa

MOTO SEMINOVA COM PREÇO BOM - VENDE-SE E TROCA-SE

Izaias Costa está vendendo motos, duas Honda Fan.
Anos 2006 e 2007.
Os interessados devem procurar Izaias ou ligar: 9924 6242

fonte do blog de carlos costa

31 jul 20:16 0Andanças e matérias pelas Região Central


31jul20:160
fdaniel
Hoje estivemos na Região Central. A maior parte do tempo foi na cidade de Fernando Pedroza, realizando entrevista com o prefeito Daniel Pereira [PMDB], [foto acima] onde postaremos neste espaço daqui para domingo.
Na entrevista, Daniel Pereira fala e mostra como encontrou a situação da Prefeitura Municipal de Fernando Pedroza, deixada pelo prefeito cassado José Renato da Silva [PV].
Ainda na cidade, conversamos também com o presidente do Legislativo, vereador Magnos Paulo [PT], que aguarda ansioso pela instalação do Carro Saúde Móvel do Sistema Fecomércio.
Depois nos deslocamos até a cidade de Lajes, para uma conversinha de pé de ouvido com o vice-prefeito José Marques Fernandes, o famoso Marcão, o homem mais seguro do planeta Terra.
Retorno para a cidade de Angicos, onde encontramos com o presidente da Câmara Municipal de Santana do Matos, Erinaldo Florêncio, também conhecido como Naldinho ou Meia Hora, para colocar os assuntos em dia.
Depois com presidente da Câmara Municipal de Angicos, vereador Francisca Batista Filho, “Júnior de Chicola”, que falou do preparo para o retorno dos trabalhos no Legislativo [postagem de matéria amanhã].
Encontramos com o blogueiro Robson Cabugi, que é de Lajes, mas estava em Angicos. Em Lajes, quando perguntei pelo mesmo, informaram que ele estava em Roma, tinha pegado carona no jatinho do Papa Francisco.
Estivemos ainda na prefeitura de Angicos, conversando com a secretária de Administração, professora Maria Ivonete e com o advogado Pablo Pinto, um jovem e competente na carreira. E, ainda, encontramos o prefeito José Renato.
fonte do blog de aclecivam soares 

Angicos: Ato para fins de regularização de área de domínio do poder público

O prefeito municipal de Angicos, cidade da região Central do RN, Expedito Edilson Chimbinha Júnior, “Júnior Batista” (DEM), fez uso de um mecanismo administrativo para demarcar, para fins de regularização e registro junto ao Cartório Imobiliário a área de domínio do município.

A questão foi tratada através do Decreto nº 027, do dia 29 de julho.
A medida objetiva fundamentalmente, “a regularização imediata de terreno foreiro de domínio do Município que se encontra sem registro junto ao Cartório Imobiliário (...)”.

Por conta disto, o Decreto registra que “fica declarado de utilidade pública para fins de regularização e registo em nome do município o terreno que mede uma área total de 2.675,4244 m², e está localizado à Rua Aristófanes Fernandes, Bairro Alto do Triangulo (...)”.

O espaço físico possui os seguintes limites e dimensões: ao norte, medindo 52.327 m, limitando-se como ginásio poliesportivo; ao sul, com 49,420 m, limitando-se com área da Prefeitura Municipal; ao leste, 55,04 m, conflitando-se com o açude Governador Sílvio Pedroza; e, a oeste, 50,300 m, se limitando com via pública.

O art. 2º do Decreto reza que o ato tem por finalidade “definir para uso específico da área ora declarada de utilidade pública, que será destinada à recuperação da quadra José Soares (...)”.

fonte do blog de angicos noticias

40 Horas na Memória Estréia nesta Quinta-Feira


Há exatamente 50 anos, o Sertão Central do Rio Grande do Norte vivenciava experiência pioneira na alfabetização de jovens e adultos, com o Projeto 40 Horas de Angicos, idealizado pelo educador Paulo Freire, em 1963. Para resgatar essa experiência, a Assessoria de Comunicação da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Assecom/Ufersa) produziu o documentário “40 Horas na Memória: Resgate da Experiência dos Alunos de Paulo Freire em Angico/RN”.

O documentário tem como protagonistas 19 ex-alunos que vivenciaram aquela experiência. Hoje, eles já são idosos com idade acima de 70 anos, mas com uma memória recheada de ensinamento e muita gratidão. O documentário com o relato desses ex-alunos será lançado na quinta-feira, dia primeiro de agosto, no campus da Ufersa de Angicos, cidade onde Paulo Freire plantou sementes de conhecimento.


Os relatos foram filmados durante os meses de fevereiro e março e o documentário é ambientado nas residências de cada um dos participantes. “É uma forma de mostrar a realidade atual dessas pessoas, bem como resgatar a memória desses idosos, por meio da oralidade, após 50 anos dessa experiência pioneira na área da educação”, ressalta o diretor do documentário, jornalista Passos Júnior.


Como parte da programação comemorativa em alusão aos 50 anos do projeto 40 Horas, a Ufersa iniciou neste ano a construção do Memorial Paulo Freire, erguido dentro da sede da Universidade em Angicos e com previsão de ser entregue em 2014. O documentário será a primeira peça audiovisual produzida pela Instituição para o acervo do Memorial.

Além dos dezenove ex-alunos freireanos, o filme conta ainda com participação especial do poeta cordelista Hailton Mangabeira, na apresentação, e do músico Carlos Zens, assinando a trilha sonora do documentário.

Angicos, RN: Em um ano Sesc Saúde Mulher realiza 24 mil atendimentos



A unidade móvel Sesc Saúde Mulher, projeto de saúde pioneiro em todo o país, completou o primeiro ano em Angicos. A comemoração aconteceu nesta segunda-feira, 29 de julho, em uma solenidade que contou com a presença da Diretora de Programas Sociais do Sesc, Ilsa Galvão, a coordenadora da unidade móvel, Priscila Serpejante, o prefeito da cidade de Angicos, Júnior Batista e autoridades locais.


O momento foi oportuno para ressaltar a importância dos atendimentos a saúde da mulher, oferecidos gratuitamente pelo Sesc. “É importante conhecermos o nosso corpo e ficarmos atentos aos cuidados com a saúde. Foram 24 mil atendimentos realizados em um ano - maio de 2012 a junho de 2013 -, fazendo a diferença na vida de muitas mulheres. Por ocasião do Dia Internacional contra as Hepatites ter sido comemorada no dia 28 de julho, aproveitamos o dia de hoje para vacinar as mulheres contra essa doença”, destaca Ilsa Galvão.


O prefeito Júnior Batista fez questão de parabenizar o trabalho do Sistema Fecomércio, que através do Sesc, chegou à cidade através da unidade móvel. “Hoje quem está de parabéns são vocês mulheres. O mais importante é cuidar da saúde. Agradeço ao presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, por ter possibilitado a vinda do Sesc Saúde Mulher”.


Gente como a agricultora Edineide de Andrade, 52 anos, é uma das beneficiadas pelos serviços oferecidos. “Estou aqui para fazer mamografia e para vacinar. Fiz o agendamento e consegui atendimento rápido”. Outra que também não perdeu tempo foi a aposentada Terezinha Macedo, 70 anos, ela fez questão de sair de casa para vacinar e fazer exames.



As crianças também contribuíram nesse dia festivo, com a apresentação do coral do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social. 


O Sesc Saúde Mulher permanece até o dia 30 de agosto em Angicos. A próxima cidade que recebe a unidade móvel será Fernando Pedroza, localizado a 160 km de Natal.

 Fonte: Assecom Sesc RN - Kelly Maia
fonte do blog de angicos noticias

Fernando Pedroza, RN: Fiéis celebrarão a festa de São Joaquim neste mês de Agosto

Os fiéis de Fernando Pedroza celebrarão a festa de São Joaquim, padroeiro da cidade, no período de 6 a 16 de agosto, com o tema: “São Joaquim, modelo admirável de fé e esperança”, com fundamentação na Encíclica publicada pelo Papa Francisco. 

A abertura, no dia 6, será às 16h30, com uma carreata, saindo da Matriz de São José, de Angicos, para a Igreja de São Joaquim, em Fernando Pedroza, onde haverá missa, às 19h30. Diariamente, no período festivo, haverá missa, às 6 horas; Ofício, às 12 horas; e Novena, às 19h30.

As atividades sócio culturais constarão de apresentações culturais e de artistas da terra; desfile da terceira idade; almoço e jantar de São Joaquim e leilões. A festa será encerrada no dia 16, às 16 horas, com procissão, seguida de missa e o arriamento das bandeiras. As celebrações serão presididas pelo Pároco, Pe. Severino da Silva Neto.
fonte do blog de angicos noticias

Condutor perde o controle e veiculo sai da pista na Br 304


O condutor de um veiculo tipo Astra de cor prata de placa NNQ 5898 de Mossoró, perdeu o controle da direção de veiculo e desceu a via em frente a fabrica de beneficiar castanhas “Usibras”, na Avenida do contorno da Br 304 em Mossoró, no final da tarde de terça feira 30 de Julho de 2013.


Segundo o condutor, que preferiu não se identificar, ele trafegava no sentido Rodoviária de Passageiros/Hotel Thermas e para não colidir na traseira de uma motocicleta, que trafega no mesmo sentido e em baixa velocidade, perdeu o controle do veiculo, quando tentava desviar.

O trecho passa por obras de duplicação na Br e o carro caiu dentro de uma vala de escoamento de águas. O condutor nada sofreu.

fonte do blog de angicos noticias

Angicos, RN sediará nos dias 03 e 04 de Agosto, o 6º Campeonato de Stunt do Arrocha. Vai ser Show!

Angicos, RN – A cidade de Angicos irá sediar novamente um dos maiores Campeonatos de toda a Região Central e do RN. Em sua  Edição, o “Campeonato de Stunt do Arrocha”. A programação esta prevista para iniciar-se no dia 03 e estender-se-á até o dia 04 de Agosto (Domingo), onde vários pilotos irão realizar manobras Radicais com motocicletas.

A programação irá ter inicio no Sábado (03/08), no Clube Municipal de Angicos. Com o Tema "Noite de Lua Cheia” uma mega Boate com DJ agitará a noite. O evento irá iniciar-se a Partir das 22:00 Horas".

No dia (04/08) terá inicio a tão esperada Competição. Disputarão no 6º Campeonato de Stunt do Arrocha às seguintes Categorias: Iniciante, Amador, Street, Super Street e Trial. Com Uma Premiação de 1.500 Reais e Troféus do 1º ao 10º Lugar Para Todas as Categorias, na Categoria Iniciante a Premiação Será de brindes o Campeonato Promete reunir os melhores pilotos de todas as regiões e outros Estados.

Segundo o Principal organizador Assis Rocha, este Ano o Campeonato irá apresentar o que tem de Melhor com grandes apresentações e manobras Radicais, pilotos de todos os lugares participarão do Campeonato. “Será emocionante, vale apenas presenciar, será pura adrenalina” Afirmou.

fonte do blog de angicos noticias

Exame

Exame no SUS

Seguro garante indenização a agricultores familiares


Seguro garante indenização a agricultores familiares

Foto: Ascom/MDA

Os agricultores que vão contratar o financiamento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para o custeio da safra 2013/2014, é importante saber que além do crédito, o Governo Federal oferece mecanismo para assegurar a produção familiar em qualquer região do País. O Seguro da Agricultura Familiar (Seaf) é feito automaticamente no ato de contratação de custeio do Pronaf. O agricultor pode aderir à cobertura adicional para pagamento de prestações de financiamento de investimento do Programa.
O seguro garante 100% do valor financiado e mais uma parcela de renda até 65% da Receita Liquida Esperada do Empreendimento (RLE), limitada a R$ 7 mil. A indenização ocorre quando o agricultor tem perdas maiores que 30% causadas por seca, geada, granizo, chuva excessiva, vendaval, ventos frios, variação excessiva de temperatura e doenças provocadas por fungos ou pragas sem método difundido de combate, controle ou profilaxia.
“O Pronaf é um crédito seguro para o agricultor familiar. Ao fazer o financiamento do Pronaf, o produtor tem o amparo do Seguro da Agricultura Familiar. O seguro da agricultura familiar cobre a dívida junto ao banco e garante, inclusive, uma pequena renda quando a sua atividade é totalmente afetada”, explica o secretário da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA), Valter Bianchini.
Para assegurar a cobertura do Seaf no ato da contratação, o produtor deve prestar atenção a alguns critérios pré-estabelecidos, tais como: apresentar a análise do solo da lavoura, observar o tipo de cultura mais adequada à sua região (zoneamento agrícola) e indicação ao banco para a realização de vistoria prévia, no caso de lavouras permanentes ou temporárias que estejam implantadas antes da liberação dos recursos. 

Confira os cuidados com a lavoura acessando aqui.
Acesse aqui para mais informações sobre o Seaf.

Conferência constrói propostas para o Plano Nacional de Desenvolvimento Rural e Sustentável

asa brasil

Dinâmicas integram participantes do evento | Foto: Fram Paulo/Arquivo CDDH
Mudar a perspectiva que o Estado e a sociedade brasileira têm sobre o Semiárido, e, assim, transformar as ações emergenciais defasadas em ações estruturantes, que impulsionem a convivência sustentável e harmoniosa entre agricultores e agricultoras com o clima e a terra. Essa foi a tônica da 1ª Conferência Temática sobre o Semiárido Brasileiro (CTSAB), que aconteceu entre 25 e 26 de julho, no CEU, em Fortaleza.

A temática faz parte da 2ª Conferência Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (2ª CNDRSS) e o resultado é um documento com 10 propostas debatidas a partir das reivindicações e reflexões dos povos do Semiárido. As 10 proposições farão parte do Plano Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, que será definido em outubro deste ano.

A intenção é levar as demais proposições a outros espaços e produzir materiais informativos e norteadores de outras políticas públicas. “A Conferência está construindo, dando materialidade à política de desenvolvimento rural e sustentável ao assumir compromisso com o Plano Nacional, firmando parceria entre Governo Federal e Governos estaduais e municipais”, salienta Andrea Butto, secretária da Secretaria do Desenvolvimento Territorial, do Ministério do Desenvolvimento Agrário.
A realização da Conferência Temática foi proposta pela Articulação do Semiárido (ASA) e pelo MDA e definida, no âmbito do Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (Condraf), conferências estaduais e na Nacional, a ser realizada em outubro próximo.

Estímulo ao debateCom representantes do poder público, a Conferência teve participação de secretários/as e assessores/as do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); do presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Carlos Mário Guedes, e dos secretários estaduais de agricultura de Pernambuco e Ceará, Aldo Santos e Nelson Martins, respectivamente. Nos debates e grupos de discussão, os governos tiveram a sociedade civil organizada como fomentadora, entre elas: Articulação Semiárido Brasil (ASA), Federação Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Fetraf), Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Instituto Internacional de Cooperação para Agricultura (IICA), Rede de Educação do Semiárido Brasileiro (Resab), Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Cáritas, além de agricultores e agricultoras do Ceará e outros estados.

Para facilitar a mediação de propostas, no primeiro dia aconteceram os painéis “Políticas Públicas de Convivência com o Semiárido Brasileiro para o Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário” e “Elementos estratégicos e lições tiradas de experiências para construção e gestão de políticas públicas para convivência com o Semiárido Brasileiro”.

Roberto Marinho, da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES), apresentou dados relacionados ao desenvolvimento rural e destacou: “o debate sobre a convivência com o Semiárido tem se ampliado. A gente tem mostrado o semiárido como um lugar bonito, bom de se viver, mas sem esquecer que é uma terra de semiaridez, frágil como qualquer outro ambiente”.

Naidson Baptista, coordenador da ASA pelo Estado da Bahia, apontou elementos básicos para o desenvolvimento rural sustentável, como estocar água para o consumo humano e produção de alimentos; trabalhar na perspectiva da produção, gestão e estocagem de sementes; estocar alimento para o consumo familiar e animal; garantir assistência técnica; educação contextualizada e o acesso à terra. “São coisas simples, mas estratégicas e fundamentais, que se não forem levadas em consideração não há desenvolvimento no Semiárido”, enfatiza o coordenador.

Outra fala provocadora, que trouxe outro olhar para o debate, foi a de Rocicleide Ferreira, da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan), que durante a apresentação de programas do Plano Brasil sem Miséria, do Governo Federal, incitou a questão da família no Semiárido, sobre a necessidade de se debruçar sobre as demandas de cada componente dessas famílias, homens, mulheres, jovens e crianças.

Já Antônio Barbosa, coordenador do Programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2), da ASA, atentou para a questão política e social da seca. “A seca é social, pois o problema não é a falta d’água, é a falta de política. Sendo assim, a cisterna (que armazena água da chuva) é a maneira mais rápida e eficiente de garantir água para as famílias do Semiárido”, afirmou.

Plenária vota novas perspectivas para região | Foto: Studo MS
Documento da 2ª Conferência Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário

Das colocações e definições de propostas de quatro grupos temáticos para a plenária, foram escolhidas 10 proposições que apresentarão as demandas do Semiárido no Plano Nacional. São elas:

I- Construção de um Plano de Reforma Agrária para o Semiárido, com efetiva participação social, orientada pelas seguintes diretrizes estratégicas:
a) Reforma Agrária como estratégia de desenvolvimento econômico, social, ambiental, político e cultural;
b) Convivência com o semiárido numa perspectiva agroecológica e da economia solidária;
c) Valorização e reconhecimento do trabalho das mulheres e jovens priorizando o acesso e garantindo a titularidade;
d) Reconhecimento dos territórios dos povos indígenas e comunidades tradicionais.
Operacionalização mediante o processo de regularização fundiária, desapropriações, aquisições, ações discriminatórias priorizando a redistribuição de terras devolutas e já arrecadadas, com a garantia de infraestrutura social, hídrica e produtiva.

II – Criar a Política Nacional de Convivência com o semiárido e os instrumentos necessários a sua implantação (Fundo Nacional de Convivência com o Semiárido e Conselho Nacional de Convivência com o Semiárido, PLANAPO e com os Colegiados Territoriais), garantindo ações estratégias de valorização do trabalho das mulheres e protagonismo juvenil. 

III – Universalização do direito de todas as pessoas ao acesso a água para consumo humano (com priorização das cisternas de placa, sistemas simplificados ...) e para produção agroecológica (através das múltiplas tecnologias sociais adaptadas as realidades locais e da construção do conhecimento pautado numa metodologia participativa).

IV – Criar uma política pública de manejo sustentável da caatinga e do cerrado valorizando, reconhecendo e conservando as paisagens, a biodiversidade animal e vegetal (rebanho e sementes crioulas), como estratégia de estocagem visando a segurança hídrica, alimentar e energética.
V – Criar programa de resgate e produção das sementes crioulas fortalecendo as estratégias locais de estocagem familiar e comunitária.

VI – Investir na ECSA garantindo a publicação de material teórico e na produção de material didático-pedagógico, discutindo temas centrais como - agua produção - terra gênero geração raça e etnia.
VII – Implantação do Atlas do Nordeste (sistemas de tratamento, limpeza das fontes, tratamento da água).

VIII – Implementar o Plano Safra Territorial como estratégia de planejamento e efetivação de políticas públicas de inclusão produtiva;

IX – Garantia de ATER pública, universal, processual, baseada nos princípios da agroecologia, da economia solidaria na perspectiva da promoção da agricultura familiar camponesa, tendo as agricultoras e agricultores como sujeitos dos processos de disseminação do conhecimento para a convivência com o semiárido.

X – Criar política para agroindústria familiar que garanta processo de produção, acesso a mercado e a proteção dos consumidores adequando os processos das normas de vigilância sanitária para a agricultura familiar no Semiárido.

Concurso do INSS edital será lançado em agosto

Postado por Verônica Rodrigues


O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)  informou que o edital de abertura do novo concurso que oferecerá 300 oportunidades para analistas do seguro social sairá já na primeira quinzena de agosto.

Poderão participar graduados em administração, ciências atuariais, ciências contábeis, direito, engenharia civil, engenharia mecânica, engenharia elétrica, engenharia de telecomunicações, engenharia com especialização em segurança do trabalho, arquitetura, tecnologia da informação, terapia ocupacional, pedagogia, psicologia, comunicação social (jornalismo), comunicação social (publicidade e propaganda), fisioterapia e letras (língua portuguesa). 

O salário inicial é de R$ 7.147,12.

Os aprovados serão lotados nas cinco superintendências regionais do INSS no país (Sudeste I, Sudeste II, Sul, Nordeste e Norte/Centro-Oeste).

Femurn e associações emitem nota sobre descumprimento do Estado

Mesmo reconhecendo os efeitos da crise econômica que afeta os governos federal, estaduais e administrações municipais, a Federação dos Municipios do Rio Grande do Norte (FEMURN) e Associações Microrregionais de Municípios vem a público lamentar a decisão do Governo do Estado de não repassar às prefeituras os valores integrais da parcela Fundeb/ICMS referente ao mês de julho.

O não cumprimento dessa obrigação constitucional, regulamentada pela Lei Federal n. 9394/1996, acarreta sérios transtornos aos municípios, dentre os quais o atraso no pagamento da folha de pessoal em elevado número de prefeituras, conforme levantamento feito por esta entidade e as Associações Microrregionais.
A FEMURN lamenta profundamente que a decisão de não efetuar o repasse integral, que afeta diretamente o pagamento de salários dos integrantes do Magistério, tenha sido tomada e adotada sem qualquer comunicação prévia a esta Federação, às Associações Microrregionais e às Prefeituras Municipais.
A FEMURN comunica aos munícipios filiados e ao público em geral que aguarda um pronunciamento oficial por parte do Governo do Estado e fará todos os esforços necessários para buscar a solução de tão grave problema que aprofunda o quadro de desequilíbrio financeiro das prefeituras.
Natal, 31 de julho de 2013
FEDERAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO NORTE
ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO LITORAL E AGRESTE POTIGUAR (AMLAP)
ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO MÉDIO OESTE (AMORN)
ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO SERIDÓ (AMS)
ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO SERIDÓ OCIDENTAL (AMSO)
CONSÓRCIO DE MUNICÍPIOS VALE UNIDO

fonte do blog de eugenio freitas

terça-feira, 30 de julho de 2013

CAPACITAÇÃO DOS CONSELHEIROS DE SAUDE DE ANGICOS

Neste dia 30, foi realizado uma capacitação com os conselheiros de saúde de angicos, com a presença da secretaria de saúde do município – JOCILENE OVIDIO. 

O evento esta sendo realizado em dois momentos, nos dias 30 e 31 de julho de 2013, em MOSSORO/RN, com a participação de vários conselheiros do pólo que atende MOSSORO, e esta servindo para mostrar a importância de cada conselheiro têm ao assumir um conselheiro municipal de saúde, como seus deveres, suas responsabilidades, sendo que o conselho também tem o poder de decisão.

 publico presente

 representante do conselho de saúde de angicos - dona lucia
fazendo algumas explanações

representantes do conselho municipal de saúde de angicos
ALMIR MEDEIROS - REPRESENTANTE DO STTR 
MISLENE - PROFISSIONAIS DE SAÚDE
JOCILENE OVÍDIO - SECRETARIA DE SAÚDE E PRESIDENTE DO CONSELHO
LUCIA - REPRESENTANTE DA IGREJA CATÓLICA
DALILA - REPRESENTANTE DA IGREJA EVANGELICA

Novo bloqueio judicial contra a Bbom


BBOM 2
O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO) obteve deferimento de novos pedidos formulados à Justiça Federal na ação cautelar movida contra a empresa Embrasystem – Tecnologia em Sistemas, Importações e Exportações, conhecida pelos nomes fantasias Bbom e Unepxmil. Por ter continuado a operar mesmo após o primeiro bloqueio de bens até ter as suas atividades suspensas judicialmente, o grupo sofreu novo bloqueio de ativos financeiros existentes em nome dos réus via Banco Central (Bacenjud).
Outros pedidos do MPF/GO também foram acatados judicialmente, como, por exemplo, a prestação de informações por parte do Denatran em relação a empresa de monitoramento Unepxmil. A autarquia de trânsito informou em juízo que a empresa Embrasystem não possui homologação e certificação junto ao órgão para prestar serviço de monitoramento e localização de veículos, em consonância com as diretrizes fixadas pela Portaria Denatran nº 902, de 08/11/2011.
Além disso, para instrução processual, as supostas fornecedoras de rastreadores da Bbom – Maxtrack Industrial e Over Book – deverão prestar, em juízo, os seguintes esclarecimentos: qual a capacidade operacional de produção de rastreadores veiculares ao mês; quantos e quais são os clientes para quem fornecem rastreadores veiculares no Brasil; quantos rastreadores veiculares foram vendidos para a empresa Embrasystem durante o ano de 2013; e quantos efetivamente foram entregues – detalhando esses números mês a mês. Essa solicitação visa demonstrar que as empresas do grupo não adquiriram rastreadores em número suficiente para atender todos os seus associados.
Foram juntados aos autos, ainda, uma relação de 1200 reclamações feitas no site www.reclameaqui.com.br de associados da Bbom que nunca receberam os rastreadores, sendo que muitos sequer tiveram suas contas ativadas, mesmo anteriormente ao ajuizamento da cautelar.
Entenda – O esquema BBom foi suspenso no começo deste mês, resultado de uma força-tarefa nacional formada pelo MPF e pelos Ministério Públicos Estaduais (entre eles, o de Goiás), com o bloqueio dos bens das empresas Embrasystem (nomes fantasias BBom e Unepxmil) e BBrasil Organizações e Métodos e de seus sócios. Entre os bens bloqueados, estão mais de cem veículos, alguns de alto luxo – como Ferrari, Lamborghini e Mercedes, além de 300 milhões em contas bancárias do grupo.
O caso da BBom soma-se a outras investigações de pirâmides financeiras pelo país, resultado do trabalho da força-tarefa nacional dos Ministérios Públicos. Exemplo recente da atuação ministerial foi o caso da TelexFree. Investigações, inclusive, apontam que a BBom tem negócios com a Telexfree. As duas pirâmides teriam realizado transações com pessoas em comum, “o que fortalece os indícios da relação de continuidade entre as empresas”, destacam os procuradores.
No caso da BBOM, o produto que supostamente sustentaria o negócio das empresas é um rastreador de veículo. Como em outros casos emblemáticos de pirâmide financeira, isso é apenas uma isca para recrutar novos associados, como foram os animais nos casos da Avestruz Master e do Boi-Gordo.
A prática de pirâmide financeira é proibida no Brasil, configurando crime contra a economia popular (Lei 1.521/51). A BBom é um exemplo dessa prática criminosa, já que os participantes seriam remunerados somente pela indicação de outros indivíduos, sem levar em consideração a real geração de vendas de produtos.
No sistema adotado pela BBOM, os interessados associavam-se mediante o pagamento de uma taxa de cadastro (R$ 60,00) e de um valor de adesão que variava dependendo do plano escolhido (bronze – R$ 600,00, prata – RS 1800, ou ouro – R$ 3.000,00), obrigando-se a atrair novos associados e a pagar uma taxa mensal obrigatória no valor de R$ 80,00 pelo prazo de 36 meses. O mecanismo de bonificação aos associados era calculado sobre as adesões de novos participantes. Quanto mais gente era trazida para a rede, maior era a premiação prometida.
fonte do blog de genilza pereira

SUPERFATURAMENTO DA PONTE CONSTRUÍDA POR WILMA DE FARIA DEVE SER JULGADO EM AGOSTO

O “esqueleto do armário” de dona Wilma de Faria pode estar pronto pra assombrar a ex-governadora.
Depois de vários adiamentos, o processo que vai julgar o possível superfaturamento da casa dos 20 milhões de reais da Ponte Newton Navarro está perto de acontecer.
a previsão é que o processo seja levado ao plenário do TCE no final de agosto ou início de setembro.

Essa é a terceira “previsão” de julgamento do processo da Newton Navarro. No final do ano passado, quando o processo finalmente voltou ao gabinete do conselheiro Renato Dias, após quase quatro anos no corpo instrutivo do TCE, a previsão era que ele fosse julgado até o meio deste ano. Porém, o processo precisava ainda de análise do Ministério Público de Contas e foi para lá que ele foi. Retornou apenas em abril, com um parecer “divergente” daquele apresentado pelo corpo instrutivo.

Nos pareceres apresentados até o momento, o corpo instrutivo do TCE apontou que houve um superfaturamento de, aproximadamente, R$ 20 milhões na construção da Newton Navarro.

 Divergente em muitos aspectos dessa análise, o então procurador-geral do MP junto ao TCE, Thiago Guterres, analisou que o “superfaturamento” tinha sido bem menor, de pouco mais de R$ 1,6 milhão. “Considerando a comprovada ocorrência de omissão ao dever constitucional de prestar contas, tendo por alvo que os pagamentos decorrentes das notas de empenho ’2007NE017′ e ’2007NE028′ resultaram num dispêndio público de R$ 1.616.625,36, desacompanhados de qualquer nota fiscal hábil a atestar a regularidade da sua destinação substancial”, colocou.


No parecer, que excluiu Wilma de Faria (assim como naquele feito pelo corpo instrutivo) da lista de “réus”, foi pedida a condenação de membros do primeiro escalão da gestão da ex-governadora, entre eles, o atual deputado estadual, Gustavo Carvalho, do PSB, e o ex-secretário de Infra-Estrutura, Adalberto Pessoa, Carlos Cabral Freitas de Macedo e Ulisses Bezerra Filho.