segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Rio Grande do Norte vai monitorar transmissor do Zika a partir desta terça

Foto: Cedida/Sesap-RN



Com a participação de outros órgãos da administração pública estadual, a Secretaria de Estado e da Saúde Pública (Sesap) coloca em funcionamento, a partir desta terça-feira (29), a Sala de Situação, que irá monitorar os focos do Aedes aegypti em todo o RN. O mosquito é apontado como o transmissor do vírus Zika, associado ao aumento de casos de  microcefalia.

De acordo com a coordenadora de Promoção a Saúde, (CPCS), Cláudia Frederico, nestes dois primeiros dias da semana, 28 e 29, os estados nordestinos que estão montando estrutura semelhante, estão realizando webconferências para alinhar as ações de mobilização e combate ao vetor. A webconferência da qual a equipe do RN irá participar está agendada para amanhã, das 15h às 16h.

“Estamos também no nosso processo final de elaboração do Plano Estadual de Combate ao Vetor”, informou a coordenadora. Alguns detalhes finais para o funcionamento da Sala de Situação, como a definição do número telefônico de fácil assimilação para as denúncias da população sobre possíveis focos do mosquito transmissor de doenças como Dengue e Zika Vírus ainda não estão definidos pelos setores responsáveis, mas não inviabilizam o início das atividades.

Nas videoconferências, que estão sendo conduzidas por Giovanni Coelho, do Programa Dengue Nacional, os setores de atenção básica, vigilância e comunicação estão sendo articulados para as ações de mobilização e combate ao mosquito, com orientações gerais para atuação em campo.

Também nesta terça-feira o secretário de Saúde, Ricardo Lagreca, irá se reunir com o Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, a fim de pedir o apoio da igreja nas ações de comunicação e de campanhas educativas junto à população.

A Sala de Situação contará com computadores e um grande monitor recebendo informações e imagens de possíveis focos do Aedes aegypti, liberadas pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp). Essas imagens serão feitas só na capital potiguar, onde o Ciosp atua.
fonte do blog de mossoro hoje