segunda-feira, 25 de julho de 2016

Governo entrega itens do Compra Direta para região de João Câmara








O Governo do Estado, através da Emater-RN, entrega na próxima terça-feira, 26 de julho, mais itens para o Projeto de Apoio e Modernização das Centrais de Comercialização, do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-Compra Direta). A solenidade acontece em Pedro Avelino, na Estação Experimental Terras Secas, da Emparn, a partir das 9h.
Os equipamentos a serem entregues simbolicamente são de municípios da região do Mato Grande – Bento Fernandes, Caiçara do Norte, Ceará Mirim, Extremoz, Galinhos, Guamaré, Jandaíra, Jardim de Angicos, João Câmara, Macaíba, Maxaranguape, Parazinho, Pedra Grande, Poço Branco, Pureza, Rio do Fogo, São Bento do Norte, São Gonçalo do Amarante, São Miguel de Touros, Taipu e Touros.
Os 21 municípios serão beneficiados com 31 balanças de 30 kg; 12 balanças de 300kg; 33 freezers horizontais de 500 litros, 1 freezer vertical de 500 litros para polpa, 19 computadores e impressoras, 290 caixas monobloco, 63 pallets e 16 veículos tipo caminhoneta leve (Saveiro).
O Projeto de Apoio e Modernização das Centrais de Comercialização, do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-Compra Direta) totaliza R$ 9 milhões e é uma parceria entre o Governo do Estado e o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).
Ao todo, serão beneficiados pelo projeto 161 municípios do Rio Grande do Norte. O Governo do Estado entregou os itens para Jardim do Seridó, Jardim de Piranhas, Carnaúbas dos Dantas, Santana do Seridó, Acari, Bodó, Cerro Corá, Cruzeta, Currais Novos, Florânia, Lagoa Nova, Santana do Matos, São Vicente, Tenente Laurentino Cruz e Serra Caiada.
PROJETO - As Centrais de Comercialização passam a contar com uma estrutura mínima composta por 244 balanças com capacidade para 30 kg, 82 balanças com capacidade para 300 kg, 240 freezers, 2220 caixas e 485 pallets para armazenamento, além de 100 veículos para transporte dos produtos, e 214 kits de informática.
COMPRA DIRETA – O PAA – Compra Direta incentiva a produção da agricultura familiar, garantindo a comercialização da produção dos agricultores(as) a um preço justo, sem atravessadores, e doando a entidades de rede de ensino e sócio-assistencias. Seu objetivo é promover a geração de renda e sustentação de preços aos agricultores familiares, fortalecendo as organizações sociais e incentivando a promoção com diversificação da produção e melhoria da qualidade dos produtos. O programa é benéfico do início ao fim de seu ciclo, pois os alimentos comprados se transformam em doações para escolas, entidades beneficentes etc. que fornecem refeições às pessoas em vulnerabilidade alimentar e nutricional.
Durante o primeiro semestre de 2016, foram investidos no Compra Direta R$ 1.647.000,00, adquiridas e distribuídas 431 toneladas de produtos alimentícios, atendidos 500 agricultores familiares e 600entidades beneficiadas (entre escolas, creches, asilos, CRAS, PETI e outros).
fonte do blog de nossa terra