sexta-feira, 2 de junho de 2017

TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO CHEGANDO - A Região Central vai parar de sofrer com falta d'água






Uma boa notícia para o estado do Rio Grande do Norte está sendo dada pelo governo federal com relação a transposição do Rio São Francisco.


O Eixo Norte do Projeto de Integração do São Francisco traz água para os estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.


No percurso das estações de bombeamento, a água passará por reservatórios nas cidades pernambucanas de Cabrobó, Terra Nova, Salgueiro e Verdejante. O equipamento acionado tem capacidade de bombear até 14 m³ por segundo.


Por meio do Eixo Norte, a água será levada para os rios Brígida (PE), Salgado (CE), do Peixe e Piranhas-Açu (PB e RN) e Apodi (RN), garantindo o fornecimento para os açudes Chapéu (PE), Entremontes (PE), Castanhão (CE), Engenheiro Ávidos (PB), Pau dos Ferros (RN), Santa Cruz (RN) e Armando Ribeiro Gonçalves (RN).


Ai é que nossa sofrida região Central será favorecida, pois a água que chega vai ser perene e não sofreremos mais com rodízios ou estiagens.


Estão em construção, somente no Eixo Norte do projeto, cerca de 260 km de canais, 3 estações de bombeamento, 9 aquedutos, 3 túneis e 17 reservatórios. O maior reservatório de todo o PISF está localizado no Eixo Norte.


No Rio Grande do Norte, o Projeto de Integração do São Francisco vai garantir o abastecimento seguro para 94 municípios, com 1,2 milhão de habitantes, por meio do aumento da garantia da oferta de água dos açudes Santa Cruz e Armando Ribeiro Gonçalves e da perenização de todos os trechos dos rios Apodi e Piranhas-Açu, em associação com uma rede de adutoras que vem sendo implantada.


Além disso, haverá ampliação da disponibilidade hídrica dos maiores trechos dos rios Apodi e Piranhas-Açu, situados a montante dos açudes Santa Cruz e Armando Ribeiro Gonçalves, estabelecendo uma fonte hídrica permanente para as populações de mais de 50 municípios localizados nessas duas bacias hidrográficas.


A Transposição do Rio São Francisco é uma luta iniciada por Aluízio Alves, como Ministro da Integração Nacional no Governo de Itamar Franco.
fonte do blog de carlos costa