quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Novos Desafios dão o tom da abertura do Encontro Estadual de Reforma Agrária e Crédito Fundiário‏



Secretário Estadual, Raimundo Costa.

As 9h da manhã desta terça-feira (25) foi realizada no auditório do Hotel Monza Palace, no bairro de Candelária, em Natal, a abertura do Encontro Estadual de Reforma Agrária e Crédito Fundiário. O evento, realizado pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Rio Grande do Norte – FETARN, é promovido pela CONTAG, por meio de convênio firmado com o Ministério de Desenvolvimento Agrário - MDA.

Na abertura do evento que reuniu mais de 90 representantes de sindicatos de trabalhadores rurais, associações e organizações voltadas para assentados e agricultores familiares, estiveram presentes, além do presidente da FETARN, Manoel Cândido da Costa; diretores e assessores da entidade; o Secretário Estadual de Reforma Agrária e Crédito Fundiário, Raimundo Costa; o secretário de Política Agrária da CONTAG, Zenildo Xavier; a assessora técnica, Maria José Costa, o Consultor Nacional do Crédito Fundiário, Christien Pereira, além de representantes do MDA e do Governo Estadual.

Depois das boas vindas aos participantes do encontro, o secretário de Política Agrária da Contag, Zenildo Xavier, destacou os principais elementos da conjuntura agrária, no âmbito nacional e estadual e convidou todos os presentes para a Manifestação Nacional pela Reforma Agrária em 2016.
 
Na sequência, a assessora técnica, Maria José Costa falou sobre os desafios para implementação de uma Reforma Agrária ampla e massiva como apontada no Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (PADRSS) e fez um resgate histórico das lutas pelo acesso a terra desde 1958. “Foram muitas conquistas em pouco mais de meio século, mas o Brasil ainda é um país onde as terras estão concentradas nas mãos de poucos. A Reforma Agrária é necessária para garantir o acesso à terra aos pequenos”, afirmou.
 
Ainda durante a tarde de hoje (25), foi realizado em balanço das ações realizadas, com a discussão das perspectivas e desafios para implantação, ampliação e fortalecimento do Programa Nacional de Crédito Fundiário – PNCF, além da apresentação de experiências bem sucedidas em assentamentos rurais do Estado.

O evento terá continuidade amanhã (26), com a apresentação dos projetos de assentamento implantados pelo INCRA no Estado e a ampliação e fortalecimento das ações realizadas em conjunto com o MSTTR. O período da tarde será destinado ao planejamento das ações pela Reforma Agrária em 2016, além da definição de novas ações sindicais e estratégias visando o fortalecimento do PNCF. “Através de uma discussão em grupo, seguido de plenária, iremos definir um conjunto de ações que serão realizadas nos próximos meses”, afirmou o presidente da FETARN, Manoel Cândido da Costa.           fonte do blog da fetarn