quinta-feira, 3 de setembro de 2015

JOSÉ VIEIRA fala na Tribuna da Câmara Federal


“Pagar com o quê? Muitas vezes o noticiário ilustra uma pequena parte do problema, como morte de animais, perda total da produção e o que resta ao produtor? Sem uma política pública adequada para a região, o endividamento torna-se crônico e a cada ano parece sem solução, pois as propostas daqueles que convivem com o problema são resumidas ao entendimento de burocratas que moram no asfalto e não conhecem a realidade do sertanejo.”
Com frases como essa, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (FAERN), José Vieira, discursou nesta quarta-feira (2), do plenário da Câmara Federal, em Brasília, na comissão sobre a renegociação da dívida dos produtores rurais criada por iniciativa do deputado Zé Silva (Partido Solidariedade – MG) e transmitido para todo o país pela TV Câmara.
Indicado pelo partido Democratas para ter a palavra, numa manhã de pronunciamentos de lideranças parlamentares ligadas ao agronegócio e à agricultura familiar de todo o país, Vieira comparou a seca atual no Rio Grande do Norte à vivida no estado em 1911, ou seja, é a maior dos últimos 100 anos.
VEJA MAIS AQUI
fonte do blog de robson cabugi