sexta-feira, 8 de abril de 2016

ASSASSINATOS DE TRABALHADORES SEM TERRA








FOTO: Barack Fernandes



A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), em momento de dor e revolta pela violência que prevalece no campo, se solidariza com os familiares e os companheiros(as) de luta de IVANILDO FRANCISCO DA SILVA, assentado da Reforma Agrária e presidente do PT, assassinado no município de Morgueiro-PB, e dos trabalhadores VILMAR BORDIM e LEONIR ORBACK, do acampamento Dom Tomás Balduino,coordenado pelo MST, mortos em operação de pistoleiros e policiais militares, em Quedas do Iguaçu -PR, que ainda deixou mais de 20 feridos. Se solidariza, também, com as 110 famílias sem terra que foram violentamente expulsas do acampamento Hugo Chaves, no município de Cacaulândia-RO, na ultima segunda-feira(04 de abril).

A CONTAG manifesta seu repúdio aos assassinatos e a toda a violência perpetrada pelo latifúndio contra trabalhadores e trabalhadoras rurais, às pessoas e organizações que lutam pelo direito à terra.

A CONTAG afirma que a luta é justa e violento é o latifúndio, que mata e afronta os direitos humanos no campo.

Exige imediata ação das autoridades dos estados da Paraíba, Paraná e Rondônia, na investigação dos assassinatos e agressões, com a punição exemplar de todos os envolvidos, mandantes e executores.

Exigimos também, que os governos ampliem e fortaleçam as ações de reforma agrária, que são essenciais para por fim à violência no campo que vem ceifando a vida dos trabalhadores e trabalhadoras sem terra.

Chega de impunidade!

Pelos mortos na luta, nenhum minuto de silêncio!

Seguimos em luta pela democracia, pela Reforma Agrária e contra a violência!

Brasília, 08 de abril de 2016

Diretoria da Contag