segunda-feira, 11 de abril de 2016

Gestão municipal esclarece fatos que envolvem a falta de medico no final de semana no Hospital Regional de Angicos








Na manhã desta segunda feira (11), a gestão municipal de Angicos nas pessoas do Prefeito Junior Batista e da secretária municipal de saúde Jocilene Ovídio Martins Chimbinha procuraram a redação do nosso blog a fim de esclarecer para os munícipes algumas questões relativas à falta de medico neste último final de semana (dias 08 de 09) no Hospital Regional de Angicos.

O prefeito Junior Batista e a secretária municipal de saúde Jocilene Ovídio esclarecem que de fato participaram de uma reunião na secretaria de saúde do estado com o secretário Ricardo Lagreca e a Diretora do Hospital de Angicos onde ficou definido que o município de Angicos ficaria responsável por conseguir médicos para suprir a ausência deste profissional na escala do final de semana daquela unidade hospitalar.

Mas, como ocorreria essa ação por parte do município? O município de Angicos recebe do governo federal um montante no valor de 50 mil reais mensais que são repassados em forma de pactuação para o governo do estado, o qual investe em gastos com internamento, exames e produtos para laboratório em nossa unidade hospitalar. Observada essa situação, dos 50 mil reais que o governo do estado recebe através do município de Angicos que, em hipótese, deveria repassar ao município o valor de 13 mil e 500 reais para que fosse feito o pagamento dos médicos plantonistas, para suprir a escala médica do Hospital Regional de Angicos aos finais de semana a partir do mês de Março deste ano.

Utilizamos o termo correto, repassaria, pois, até os dias atuais o governo do estado não repassou um centavo do que foi acertado com o município de Angicos no acordo firmado em janeiro passado, mesmo assim, num esforço concentrado o prefeito Junior Batista conseguiu colocar com recursos próprios do município os médicos Francisco Torres e Lígia Torres que deram plantões nos dias 19 e 20 e 26 e 27 de Março respectivamente, isso, após aguardar duas semanas para que o governo do estado fizesse o repasse do valor combinado e tal repasse não fora feito.






O prefeito Junior Batista ainda conseguiu que o Doutor Francisco Torres realizasse um plantão no dia 02 de Abril, no entanto, no domingo dia 03 ele precisou se ausentar do plantão pelo fato de sua esposa Doutora Lígia Torres ter sido acometida pela gripe H1N1, a qual ainda esta se recuperando até hoje.
E porque este final semana (08 e 09) ficou sem médicos no Hospital Regional de Angicos? Na última segunda feira (04) o Doutor Francisco Torres procurou o prefeito Junior Batista, ao qual comunicou que não poderia mais dar os plantões nos finais de semana por questões de foro pessoal. De imediato o prefeito juntamente com a secretária de saúde Jocilene tentou a todo o custo conseguir outros médicos que suprissem a escala deste último final de semana (dias 08 e 09) e infelizmente devido à escassez desses profissionais no mercado não foi possível atender a essa necessidade.

Por fim, após os fatos que nos foram relatados pelo Prefeito Junior Batista e pela secretária municipal de saúde Jocilene Ovídio e pelo fato dos quais estamos repassando aqui nesta postagem, deixamos a critério da população angicana julgar. Será que a gestão municipal que retirou recursos dos seus cofres para pagar os plantões médicos aos quais citamos não está cumprindo com a sua responsabilidade? Pois se estivessem esperando pelo tal repasse que o governo do estado se comprometeu em fazer e não o fez, o nosso hospital não teria tido médicos de plantão em nenhum destes finais de semana que foram mencionados. Afinal, Já parece rotina da atual gestão estadual não cumprir com os acordos firmados, pois, na mesma reunião realizada no mês de janeiro passado, houve também o compromisso assumido da vinda de uma ambulância que chegaria ao nosso hospital até o dia 04 de Março e até hoje esta não chegou, e o município é quem está suprindo a falta do veiculo, cedendo um de sua frota como também o abastecimento da mesma.

“A gestão municipal se compromete junto à população angicana de continuar mesmo diante da inércia do governo do estado em cumprir o que fora acordado procurando médicos e pagando com recursos próprios que queiram dar plantões nos finais de semana no Hospital Regional de Angicos para que a nossa população não sofra mais do que já vêm sofrendo com tanto descompromisso da atual gestão estadual. Mesmo estando cientes de que não é uma obrigação da gestão municipal tal atribuição, assumimos esse compromisso junto aos nossos munícipes”, finalizam os esclarecimentos o prefeito Junior Batista e secretária municipal de saúde Jocilene Ovídio.
fonte do blog de angicos news