quarta-feira, 1 de junho de 2016

2ª CNATER começa com forte espírito de luta pela garantia de direitos e fortalecimento da agricultura familiar






FOTO: Lívia Barreto






Começou hoje (31), e vai até o dia 3 de junho, a 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária (2ª CNATER), um amplo espaço de debate para reafirmar e fortalecer a importância da participação social no processo de formulação das políticas públicas voltadas para o campo, florestas e águas do Brasil. Participaram de todo o processo - entre as 27 etapas estaduais, 286 conferências territoriais e mais de 200 conferências municipais - mais de 40 mil pessoas, em uma construção coletiva que resultou em 960 proposições que serão discutidas nesta conferência nacional.

Realizado pelo agora extinto Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) sob a coordenação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (Condraf), o lema da 2ª CNATER é "Ater, agroecologia e alimentos saudáveis", O objetivo da conferência é estabelecer estratégias e ações prioritárias para promover a universalização da Ater pública e de qualidade aos agricultores(as) familiares do Brasil, para ampliar a produção de alimentos para todos.

Na abertura oficial, realizada na tarde de hoje, a CONTAG foi representada pela secretária de Mulheres da CONTAG, Alessandra Lunas. "Essa conferência é um legado da democracia participativa no nosso país e nós não baixaremos a cabeça. Não importa o que aconteça e repetimos: não vai ter golpe e acrescentamos, Fora Temer. A extinção do Ministério do Desenvolvimento Agrário é mais uma face do golpe, que prova que o que está em disputa é o modelo de desenvolvimento do meio rural", afirmou Alessandra.

O ex-Ministro do MDA e deputado federal, Patrus Ananias, apontou a importância da discussão da Assistência Técnica e Extensão Rural nesse momento da conjuntura política, pois é preciso se manter atuante na luta pelo desenvolvimento rural sustentável, inclusivo, que dê oportunidade de crescimento, renda e dignidade para os(as) agricultores familiares e povos e comunidades tradicionais. "Temos que impedir que tudo o que conquistamos seja esquecido, temos que lutar pela ampliação e fortalecimentos das políticas públicas já construídas ao longo dos últimos 13 anos", afirmou Patrus Ananias.

A 2ª CNATER é realizada até sexta feira (3) no Centro de Convenções, em Brasília. A convenção será norteada por eixos temáticos e transversais. Os eixos temáticos da 2ª CNATER são: 1. Sistema Nacional de ATER – Fortalecimento Institucional, Estruturação, Gestão, Financiamento e Participação Social; 2. Ater e Políticas Públicas para a Agricultura Familiar; 3. Formação e construção de conhecimentos na ATER. Os eixos transversais são Ater para mulheres rurais; Ater para jovens rurais e Ater para povos e comunidades tradicionais.


FONTE: Assessoria de comunicação CONTAG - Lívia Barreto