quarta-feira, 29 de junho de 2016

A conquista de tecnologias sociais começa a se concretizar para 56 famílias



Cisterna de enxurrada, na comunidade São Sebastião (Foto: Paulo Júnior)

As 56 famílias de comunidades rurais de Currais Novos, região Seridó do Rio Grande do Norte, começam a ver concretizado o sonho da conquista das tecnologias sociais de captação e armazenamento de água para a produção de alimentos, do programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2), com recursos do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Os animadores de campo do Seapac, Francisco Canindé e Paulo Júnior acompanham e supervisionam o trabalho dos cisterneiros (pedreiros que constroem as cisternas).
Através de imagens fotográficas, eles relatam o trabalho e mostram algumas tecnologias já prontas ou em fase avançada de construção. Eles mostram imagens de cisterna nas comunidades São Sebastião e Santo André. Os trabalhos prosseguem durante toda esta semana, nas comunidades das 56 famílias que conquistaram as tecnologias (21 cisternas de enxurrada, 26 cisternas calçadão e 9 barreiros trincheira).


Família recebendo cesta básica de alimentos (Foto: Paulo Júnior)

Cestas básicas

As famílias que conquistaram as tecnologias também contribuem com a mão de obra de serventes e da preparação dos alimentos dos cisterneiros. Na semana em que o trabalho de construção da tecnologia é iniciado, cada família recebe, em sua respectiva residência, uma cesta básica de alimentos. Os animadores do Seapac entregam a cesta básica a cada família, que se encarrega de conferir os ingredientes constantes e prepara os alimentos durante o período de construção da tecnologia.

fonte do blog de nossa terra