sábado, 18 de março de 2017

CONTAG elege nova Diretoria







Diretoria Executiva eleita. Da esquerda para a direita: Mônica Bufon Augusto, Elias D'Angelo Borges, Thaisa Daiane Silva, Aristides Veras dos Santos, Mazé Morais, Alberto Ercílio Broch, Edjane Rodrigues da Silva, Juraci Moreira Souto, Josefa Rita da Silva, Carlos Augusto Santos Silva, Rosmari Barbosa Malheiros e Antoninho Rovaris.

FOTO: Rafael Fernandes



Os mais de 2 mil delegados e delegadas do 12º Congresso Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (12º CNTTR) elegeram a nova Diretoria, Conselho Fiscal e Suplências da CONTAG para o período de 2017-2021. Essa Direção tomará posse no final de abril e terá como presidente o pernambucano Aristides Santos, atual secretário de Finanças e Administração da entidade.

A Direção Executiva da CONTAG contará com 12 diretores e diretoras, com a representação das cinco regiões do País e, pela primeira vez, nos 53 anos da entidade, contará com a paridade de gênero, ou seja, serão 6 homens e 6 mulheres na sua composição. Também há representação de jovens e terceira idade.

“De fato, a paridade era um sonho e é reflexo da luta de milhares de mulheres ao longo desses 53 anos da CONTAG. Agora, no 12º CNTTR, implementamos a igualdade e para nós esse momento é um marco importante na vida das mulheres. Mas, o desafio continua. Precisamos que a paridade também seja implementada nas nossas Federações e Sindicatos para avançarmos ainda mais”, destaca Mazé Morais, atual secretária de Jovens e agora eleita secretária de Mulheres da CONTAG.

O atual presidente da CONTAG, Alberto Broch, permanece na nova Diretoria, e será o vice-presidente e secretário de Relações Internacionais. Cargo que já ocupou antes de presidir a entidade por dois mandatos.
Aristides Santos chega à Presidência da CONTAG após sete anos à frente da Secretaria de Finanças e Administração da CONTAG.

Para o presidente eleito, os principais desafios internos para o próximo período são efetivar o cumprimento da cota de, no mínimo, 20% de jovens nas Diretorias das Federações e Sindicatos; efetivar a igualdade na participação de mulheres em todas as instâncias do movimento sindical; respeitar a participação e experiência da terceira idade; investir mais na comunicação; entre outras. “Também vamos trabalhar fortemente a unidade do nosso movimento e incentivar que as nossas Federações e Sindicatos mantenham relação com alguma central sindical, de preferência progressista, para unificar a luta”, destaca Aristides.

Quanto aos desafios externos, Aristides reconhece que a nova Diretoria terá que intensificar a luta contra os retrocessos. “Vamos continuar combatendo o que esse governo ilegítimo de Michel Temer vem tentando fazer que é retirar direitos da classe trabalhadora, a exemplo temos o congelamento dos investimentos sociais por 20 anos, agora a tentativa de aprovar as reformas Trabalhista e Previdenciária, entre outras. Vamos trabalhar para barrar a correlação de forças no Congresso Nacional para impedirmos mais retrocessos para a população brasileira, vamos tentar restabelecer a nossa democracia elegendo um governo democraticamente em 2018”, ressalta o presidente eleito.

A eleição ocorreu nesta sexta-feira (17), após uma semana inteira de debates, análises de conjuntura e aprovação das deliberações que darão os rumos para essa nova Direção para os próximos quatro anos à frente da maior organização de agricultores e agricultoras familiares brasileiros(a) e de toda América Latina.

“Saímos do 12º Congresso com um sentimento muito bom, muito positivo, de realização de uma grande etapa. Foi um congresso grande, que trouxe os principais temas para o debate e que primou do início ao fim pela unidade dos diversos campos políticos que compõem o MSTTR. Na abertura tivemos as ilustres presenças do presidente Lula, do secretário geral da CNBB. Outro destaque foi a nossa participação no ato unificado no dia 15 de março contra os retrocessos nos direitos. E, na quinta-feira, tivemos uma grande plenária final, com importantes intervenções. E com o lema: levantar as bandeiras de luta e fortalecer a organização sindical da agricultura familiar, parece que todos e todas assumiram de fato esse compromisso”, avaliou o atual presidente da CONTAG, Alberto Broch.

Quem é Aristides Santos?
Aristides Veras dos Santos nasceu em Tabira, Região do Sertão do estado de Pernambuco. É agricultor familiar e mantém a atividade produtiva em regime de comodato, com seus pais e dois irmãos, na pequena propriedade da família de apenas dez hectares. Na pequena propriedade, a família trabalha com as culturas do milho e feijão, e com a criação de animais de pequeno e grande porte.

É graduado em Letras e iniciou sua militância política nos anos 80 nas Comunidades Eclesiais de Base e na Pastoral da Juventude da Igreja Católica.
Ajudou a criar o Partido dos Trabalhadores (PT), em 1987, e disputou a prefeitura de Tabira em 1988. Foi vereador pelo PT, exercendo dois mandatos, de 1997 a 2004; e vice-prefeito de Tabira, de 2004 a 2008. No Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Aristides Santos ingressou em 1985. Em 1987, com apenas 23 anos, foi eleito presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Tabira. Exerceu três mandatos na Presidência do Sindicato nos períodos de 1987 a 1990 e de 1995 a 2001. Foi vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores – CUT de Pernambuco, no período de 1990 a 1995. Em julho de 2002 foi eleito presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado de Pernambuco (Fetape), sendo reeleito quatro anos depois.

Em 2009, durante o 10º Congresso da CONTAG, foi eleito 1º secretário de Finanças e Administração da entidade. Com a licença e posterior eleição de Manoel Santos (falecido) para deputado estadual, por PE, Aristides assumiu, em janeiro de 2010, a Secretaria de Finanças e Administração da CONTAG. Em março de 2013, no 11º Congresso Nacional da CONTAG, foi reconduzido à mesma Secretaria para a gestão 2013-2017.



DIRETORIA EFETIVA
Presidência - Aristides Veras dos Santos (PE)
Vice-Presidência e Secretaria de Relações Internacionais - Alberto Ercílio Broch (RS)
Secretaria Geral - Thaisa Daiane Silva (MS)
Secretaria de Finanças e Administração - Juraci Moreira Souto (MG)
Secretaria de Política Agrícola - Antoninho Rovaris (SC)
Secretaria de Política Agrária - Elias D’Angelo Borges (GO)
Secretaria de Formação e Organização Sindical - Carlos Augusto Santos Silva (PA)
Secretaria de Políticas Sociais - Edjane Rodrigues da Silva (AL)
Secretaria de Meio Ambiente - Rosmari Barbosa Malheiros (MA)
Secretaria de Mulheres - Maria José Morais Costa (PI)
Secretaria de Jovens - Mônica Bufon Augusto (ES)
Secretaria de Terceira Idade - Josefa Rita da Silva (BA)

DIRETORIA SUPLÊNCIA
Secretaria de Finanças e Administração - Pedro Mario Ribeiro (MG)
Secretaria de Política Agrícola - José Walter Dresch (SC)
Secretaria de Política Agrária - Zenildo Pereira Xavier (ES)
Secretaria de Formação e Organização Sindical - Alair Luiz dos Santos (GO)
Secretaria de Políticas Sociais - Adriana do Nascimento Silva (PE)
Secretaria de Meio Ambiente - Vania Marques Pinto (BA)
Secretaria de Mulheres - Carmen Helena Ferreira Foro (PA)
Secretaria de Jovens - Maria do Socorro Lopes de Lima (RN)
Secretaria de Terceira Idade - Maria Marucha Szydlovski Vettorazzi (PR)

CONSELHO FISCAL EFETIVO
1º efetivo - Marcos Junior Brambilla (PR)
2º efetivo - Manoel Candido da Costa (RN)
3º efetivo - Dorenice Flor da Cruz (MT)
4º efetivo - Idelnice da Silva Araújo (AP)

CONSELHO FISCAL SUPLÊNCIA
1º suplente - Oto dos Santos (RJ)
2º suplente - Francisco de Jesus Silva (MA)
3º suplente - Juliana Pachuri Mendes (MT)
4º suplente- Cirlene Gomes da Costa (TO)

SUPLENTES VOLANTES
Claudia Alves Bambil (MS)
Carlos Joel da Silva (RS)
Maria Alves da Silva (RR)
Antônio José da Rocha Oliveira (PI)
FONTE: Assessoria de Comunicação 12º CNTTR - Verônica Tozzi