segunda-feira, 19 de junho de 2017

EM ANGICOS: Modesto Neto ocupa tribuna da Câmara de Vereadores e cobra ações contra a falta de segurança na cidade





O historiador, escritor, ex candidato a prefeito de Angicos e grande defensor das causas sociais Modesto Cornélio Batista Neto esteve na noite da última sexta feira (16) ocupando a tribuna da Câmara de Vereadores de Angicos através de solicitação que fez a presidência da casa e que de pronto foi atendido pelo Presidente Clóvis Tibúrcio da Costa;

Modesto direcionou o tempo em que lhe foi concedido na tribuna da casa à questão envolvendo a falta de segurança em nosso município, o que segundo ele tem afligido dia após dia os angicanos e principalmente a comunidade universitária onde jovens advindos dos mais distantes rincões do Brasil vem morar em Angicos em busca de uma formação acadêmica e se deparam com esse tipo de violência como roubos e assaltos aos próprios universitários como também nas residências onde moram.

Modesto disse que essa imagem sobre Angicos repercuti negativamente nas mídias sociais como sendo uma cidade violenta em relação a roubos e assaltos e onde os crimes, muitos deles caem na impunidade.

O historiador disse ainda que reconhece que segurança pública é dever do estado, no entanto o poder público municipal não pode e não deve se omitir, principalmente quando o atual gestor, o Prefeito Deusdete Gomes puxou para si a responsabilidade quando na campanha eleitoral em seu programa de governo prometeu ao povo angicano render todos os esforços possíveis para manter a policia militar e a civil trabalhando a contento em Angicos e ainda prometeu a instalação de um sistema de vídeo monitoramento na cidade e até o momento segundo Modesto nenhuma destas promessas foram cumpridas.

Modesto relatou ainda que é muito temeroso a ida da sede da 2ª Companhia de Policia de Angicos para a cidade de Fernando Pedrosa e que esta em breve estará retornando a Angicos graças aos esforços de homens predestinados como Marcos Trindade, entre outros angicanos através do projeto união que está reformando o prédio do referido órgão de segurança ação esta, segundo Modesto, deveria ter sido tomada pelo poderes públicos do estado e também do município.

Modesto Neto encerrou sua participação entregando aos 9 vereadores uma minuta onde contém ideias dele e de seu partido politico (PSOL) para melhoramentos na segurança pública de Angicos, e se colocou a disposição da atual gestão municipal para ajudar de forma voluntaria se assim for convidado a elaborar um plano municipal de segurança coeso e que vá de encontro a realidade e a necessidade dos angicanos.

fonte do blog de angicos news