sexta-feira, 14 de julho de 2017

Todo apoio e solidariedade ao ex-presidente LULA







FOTO: FOTO: Arquivo CONTAG - Rafael Fernandes


“Não adianta tentarem me calar. Nunca ninguém vai abafar a minha voz. Quando o povo quer ninguém domina...”.

A direção da CONTAG vem a público expressar sua solidariedade e seu apoio ao ex-presidente Lula diante da absurda perseguição política sofrida. Trata-se de uma sentença já proferida antes mesmo de o processo ser iniciado, pois a mídia e o juiz montaram os autos apenas para justificar a decisão anteriormente tomada.

É lamentável assistirmos no Brasil a verdadeiros tribunais de exceção operando abertamente com o propósito de remover adversários políticos para desequilibrar a balança do “jogo democrático” em favor daqueles que foram derrotados seguidamente pelo debate de ideias e propostas para o país. Projetos reconhecidos seguidamente nas urnas como o melhor caminho.

Os direitos fundamentais e a democracia estão juntos com Lula no banco dos réus. Com ele foram ainda os direitos da classe trabalhadora e do povo brasileiro, as políticas públicas, a soberania nacional. Assistimos à escalada de uma (in)justiça que condena por convicções, solta presos cujas provas foram obtidas pela própria Polícia Federal, além de prender outros pelos mesmos crimes e o mesmo tipo de prova. Muitos pesos, uma só medida: avançar no propósito de tornar Lula inelegível! Sua condenação se dá pelo que fez pelos brasileiros e brasileiras; por lhes colocar na prioridade do orçamento do Estado; por projetar um Brasil soberano e respeitado no âmbito internacional cujas conquistas eram referência de ação para o mundo.

Mais uma vez as forças conservadoras usam a tática da “cortina de fumaça” para nos fazer esquecer as seguidas tragédias do roteiro do golpe – terceirização, congelamento dos gastos sociais, da venda das terras ao capital privado nacional e estrangeiro, da retirada dos direitos trabalhistas, da ameaça aos direitos previdenciários –, vide a votação de ontem no Senado, este de maioria rendida ao capital que virou as costas para o povo e se exime de sua prerrogativa como casa revisora para trair o eleitor ao atacar mortalmente seus direitos trabalhistas. Um claro movimento para tirar o foco do assassinato da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e dar sobrevida ao governo ilegítimo justamente quando este se vê encurralado por todos os lados.

Com Lula e Dilma os trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares tiveram mais saúde, mais educação, mais habitação, mais crédito, mais direitos, mais sonhos, esperanças e conquistas. Continuaremos firmes militando na trincheira da democracia, por eleições limpas, cujo resultado emane da decisão soberana do povo brasileiro.



A CONTAG segue sua história de luta por um Brasil justo e solidário, uma pátria de direitos e liberdade.
Como lembra o escritor francês Victor Hugo no célebre livro Os Miseráveis, “O direito que triunfa não tem necessidade alguma de violência. O direito é a verdade e a justiça. A característica do direito é conservar-se eternamente belo e puro”! É acreditando na verdade da justiça e na justiça da verdade que conclamamos a todos para resistir e lutar contra todos os atos arbitrários e danosos que vão de encontro às conquistas da classe trabalhadora e do povo brasileiro.

Estaremos sempre desse lado da história e da luta de classes!

Direção da CONTAG