quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Juventude, mulheres, secretários(as) Gerais e de Finanças reúnem-se em Brasília






FOTO: Comunicação CONTAG- César Ramos



Nesta semana de 7 a 11 de agosto de 2017 acontecem quatro reuniões importantes no Centro de Estudo Sindical Rural da CONTAG (CESIR), em Brasília, reunindo dirigentes e assessores(as) da Confederação e das Federações filiadas. Nesta segunda-feira (07) foi iniciada a reunião da Comissão Nacional de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais; na terça-feira (08) começarão os Coletivos de Finanças e de Secretários(as) Gerais; e na quarta-feira (09) será a vez da Comissão Nacional de Mulheres Trabalhadoras Rurais. Além de tratarem de temas específicos de cada área de atuação, uma das convergências será a contribuição dos Coletivos para o planejamento estratégico da CONTAG para a Gestão 2017-2021.

JUVENTUDE RURAL

A primeira reunião da Comissão Nacional de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (CNJTTR) da Gestão 2017-2021 foi iniciada nesta segunda-feira (07) com grande participação dos(as) secretários(as) de Jovens das Federações filiadas. Essa é a primeira reunião da CNJTTR depois da posse da nova Diretoria da CONTAG e tem como principais objetivos elaborar um planejamento das atividades a serem desenvolvidas nos Salões Regionais do Jovem Saber e avaliar os resultados obtidos pelo programa nos últimos anos.



“Estou com uma expectativa muito boa porque estamos iniciando a gestão, um novo mandato à frente da Comissão Nacional de Jovens e queremos, nestes três dias, debater questões para traçar os novos caminhos com a juventude diante desse desafio político que estamos vivendo. Além de fazer uma avaliação sobre o Jovem Saber, vamos trabalhar a questão do planejamento estratégico da CONTAG, aonde a juventude possa ajudar e contribuir com a Secretaria para que possamos realizar o nosso POA 2017-2018. Também pretendemos rememorar as deliberações do 12º Congresso da CONTAG voltadas para a juventude rural visando fazer um bom trabalho nesses próximos quatro anos”, destaca a secretária de Jovens da CONTAG, Mônica Bufon Augusto.

MULHERES TRABALHADORAS RURAIS

Essa será a segunda reunião da Comissão Nacional de Mulheres Trabalhadoras Rurais (CNMTR) sob o comando da secretária de Mulheres da CONTAG, Mazé Morais, e o objetivo é dar continuidade ao planejamento da Secretaria com um olhar das mulheres para as prioridades, para as grandes ações que precisam ser realizadas frente a essa conjuntura desafiadora. Além do Plano de Ação da CNMTR para o quadriênio 2017-2021, outros objetivos da reunião são aprofundar o debate sobre o caráter, a agenda e processos de mobilização e realização da Marcha das Margaridas; discutir e definir orientações político-metodológicas para a realização dos Seminários Regionais sobre mulheres e agroecologia; socializar e debater as estratégias de implementação da paridade pelo MSTTR; e compreender os impactos das Reformas da Previdência e Trabalhista e da PEC da Regularização Fundiária sobre as trabalhadoras rurais e identificar estratégias de enfrentamento e resistência.

“Portanto, a expectativa é sempre muito boa e espero que sejam três dias de grandes debates, de construção coletiva e de diálogo entre as companheiras. Sobre a Marcha das Margaridas, vamos continuar debatendo sobre a importância de fazer essa grande ação, que mobiliza milhares de mulheres do Brasil e de outros países, de várias organizações sociais, que dá visibilidade e fortalece o movimento sindical rural”, aponta a secretária de Mulheres da CONTAG, Mazé Morais.

SUSTENTABILIDADE POLÍTICO-FINANCEIRA

Com o objetivo de construir estratégias para o fortalecimento da sustentabilidade político-financeira do Movimento Sindical considerando as deliberações do 12º Congresso e o Planejamento Estratégico da CONTAG; e com um olhar especial de avaliação do Plano Sustentar; acontece esta semana, de 8 a 10, o Coletivo Nacional de Finanças da Confederação.



Todos os temas debatidos levam em consideração o atual cenário de retrocessos no Brasil imposto pelo governo Temer e seus aliados(as) no Congresso Nacional, a exemplo da recém aprovada “reforma” trabalhista. Diante da atual conjuntura, o secretário de Finanças e Administração da CONTAG, Juraci Souto, acredita que o Movimento Sindical deve aproveitar para abrir possibilidades que aproximem mais a CONTAG, Federações e Sindicatos, à nossa base (trabalhadores rurais agricultores(as) familiares). “Precisamos fazer um bom diálogo com nossa base, levar uma boa mensagem, prestar bons serviços, para que ao invés de utilizarmos da lei para que o trabalhador(a) faça sua contribuição, ele(a) acredite na nossa entidade sindical, e veja o Sindicato como sua própria casa, a casa da sua defesa, o seu lugar”, destaca.

A previsão da Secretaria de Finanças e Administração da CONTAG é também fazer uma avaliação, e debater sobre novas adequações e adesões ao Plano Sustentar.

SECRETARIA GERAL

Já o primeiro Coletivo da Secretaria Geral da CONTAG, gestão (2017-2021), tem como objetivo socializar as principais ações desenvolvidas pelas Federações realizadas de 2016 a 2017; discutir sobre a implementação de Deliberações do 12º Congresso da Confederação referente à paridade e as quotas e juventude; traçar estratégias de como a unidade entre as Secretarias Gerais e os setores de Comunicação das Federações podem contribuir com uma Comunicação do Movimento Sindical que chegue à base (trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares); e ainda abrir um amplo debate sobre as Eleições de 2018.



O fortalecimento da Política de Comunicação do Movimento Sindical será um tema bastante debatido pelo Coletivo. A Secretaria Geral entende que a implementação e fortalecimento da Comunicação do MSTTR é essencial para conquista de políticas estruturantes para o meio rural brasileiro. “O Movimento Sindical ter a compreensão real da importância da Política de Comunicação, como uma Política que garanta visibilidade à nossa luta e o empoderamento para todos e todas nós. Iremos fazer da Comunicação uma Política fundamental em nossa gestão 2017-2021”, afirma.
FONTE: Assessoria de Comunicação da CONTAG - Verônica Tozzi e Barack Fernandes